Pular para o conteúdo principal

MC Fredone lança "Só Atendo Minha Mãe" e "Cielo" e fala de suas vivências e confusões mentais

O rapper MC Fredone, integrante do grupo Conteúdo Paralelo, lançou seu primeiro trabalho solo. São duas faixas gravadas nas últimas semanas de 2021, apresentando composições recentes do artista visual: Só Atendo Minha Mãe e Cielo.

O trabalho foi todo produzido, mixado e masterizado por Brau Beats, com quem MC Fredone,  também conhecido como Fredone Fone, ou humanurbano, acompanhado do MC e artista Renato Ren, divide o grupo Conteúdo Paralelo.

MC Fredone é um dos principais nomes do rap alternativo do Espírito Santo. (FOTO: Divulgação)
Na faixa Só Atendo Minha Mãe, Fredone fala sobre acontecimentos e sobre suas vivências na cidade onde cresceu, nos conflitos internos - nas confusões mentais, nos conflitos dentro dos limites do bairro, e no sentimento de confiança e de proteção que ele muitas vezes repete na letra da música. É uma canção sobre um homem negro sobrevivente na periferia, e que se vê sem chão, inseguro, capturado pelas crises de ansiedade.

Em Cielo, numa letra toda escrita em espanhol, o MC e humanurbano se depara com uma escada em movimento, uma escada rolante talvez. Mais uma vez Fredone fala sobre confusões mentais, "morcegos, tubarões, baleias, instrumentais e letras… bolso vazio". Cautelosamente ele narra uma história em que é elevado pela escada, depois de beijar a terra, ele toca um céu cinza.

Na frase "hijo… No canto por cantar" Fredone faz referência ao poeta, cantor e ativista chileno Victor Jara. Jara foi torturado e assassinado a tiros no em 1973 no Estádio Chile - que hoje tem o nome de Jara, cinco dias após o golpe militar que instalaria a ditadura de Pinochet no país.

Fredone conheceu o hip hop através do skate. O skate foi o caminho para conhecer a pixação, o graffiti, ainda em meados dos anos 1990. Em 2004 começou a rimar com os amigos que visitavam sua pequena loja de hip hop em Serra Dourada, em Serra. 

No mesmo ano ele resolveu se aventurar em uma batalha de MCs e terminou sendo o vencedor daquela noite. Tudo isso aconteceu sobre um palco improvisado feito com caixas de cerveja e uma folha de madeirite, na pracinha do bairro, onde também costuma andar de skate com amigos de longa data, ali, ao lado da pista de skate que ele mesmo desenhou, dando forma e contorno a algumas ideias que eles tinham quando ainda jovem. Depois daquela noite, Fredone iniciaria uma trajetória de muitas vitórias participando de batalhas de MCs.


Ficha técnica
Músicas: Só Atendo Minha Mãe e Cielo
Data de lançamento: 21 de março
Letra e voz: MC Fredone
Produção executiva: Bicho Solto Records
Produção fonográfica: Bicho Solto Produções
Instrumentais, gravação, mix e masterização: Luciano Adriano (Brau Beats)
Capa: Fredone Fone
Lyric video: Gabriel Pacheco
Assessoria de imprensa e gestão de mídias sociais: Pâmelly Goes
Analista de mídias sociais: Eliza Oliveira
Comunicação: Agência Explano
Gravado no ateliê do Gentil


Comentários

Mais lidas

Íris Cupertino lança a música "Pouca Roupa", com participações de Reygn, GD e VTbeats

Agenda Capixaba #61

Agenda Capixaba #66: shows, festas e eventos culturais de 21 a 27 de março