Pular para o conteúdo principal

Criatividade e sentimentos na hora de compor

Ter inspiração para compor músicas ou até escrever textos no dia a dia pode parecer simples, mas nem sempre o processo das ideias flui como se imagina. Para compor, muitas vezes os músicos utilizam acontecimentos e sentimentos próprios ou até com amigos, ouvem outras músicas, mas principalmente tem o amor pela música. Após isso empregam a criatividade, cada compositor com seu tempo e hora, para transformar as ideias em simplesmente letras, melodias e harmonia.

Alex Emissário é um dos rappers mais conhecidos do Estado, tendo dezenas de músicas autoriais compostas. (FOTO: Divulgação)
O rapper e compositor Alex Emissário, em 17 anos de carreira tem dezenas de músicas compostas, sendo que algumas delas estão no álbum O Show Começa Agora. Emissário afirma não ter segredo na hora de escrever. "Creio que a gente se aperfeiçoa com o passar do tempo. Gosto muito de ler, assistir vídeos, ouvir bastante música para ter referências em escrita, procuro está sozinho e com o máximo de silêncio possível", conta.

Também mestre de cerimônia e escritor do site Rap Nacional Music, Alex Emissário lembra que começou a compor em 2000, influenciado por um namorado da irmã que o mostrou o rap. "Ele tinha algumas anotações de letras no caderno. Achei aquilo fantástico, comecei a escrever umas rimas e tudo foi fluindo com o passar do tempo. Confesso que quando fui gravar minha primeira música foi uma luta grande".

Camila Gabriel lançou em 2015 o álbum Só Eu Sei, composto apenas por músicas autorais. (FOTO: Divulgação)
A cantora Camila Gabriel, tem como destaque o álbum Só eu Sei, lançado em 2015 e composto por 12 músicas autorais. Camila confessa que a maioria das músicas são histórias que se passaram com a mesma, mas existem algumas em que se inspirou nas histórias de amigos e conhecidos. Perguntada sobre ter algum momento específico para compor, Camila diz que independe dessas situações. "Componho quando sinto que estou no momento certo para isso. Acontece, por exemplo, de eu estar andando na rua e vir uma ideia de letra ou melodia. Sempre tento registrar de alguma forma para não perder", garante.

O rapper Óscar MC é integrante do grupo Falange Crew ao lado de Andy Ribeiro. Ele começou a se inspirar para compor fazendo poesias e paródias na adolescência, tendo incentivo na escola. “Tinha concursos de poesias. Éramos incentivados nas gincanas a criar paródias, gritos de guerra e foi onde vi que tinha capacidade. Comecei a gostar de rap, arrisquei de fazer umas letras e foi fluindo”, lembra Óscar.

Óscar MC começou fazendo poesias e após começar a gostar de rap passou a escrever músicas. (FOTO: Gustavo Andrade/OMMC)
O cantor e compositor do Falange Crew afirma que começa a escrever uma música após ter uma melodia ou beat finalizado e acredita que inspiração musical é individual. “Cada um tem seu tipo de inspiração. Gosto de escrever quando já tenho uma melodia pronta. Aí aquele beat mexe comigo e me dá um norte para eu desenvolver uma letra. Minha fórmula para a inspiração é solidão e café”, afirma, aos risos.

Para exercer a criatividade, os compositores dizem que é necessário sempre anotar as ideias, independente do lugar que esteja, ler livros, jornais e revistas com o intuito de agregar novas palavras no vocabulário, avaliar se a melodia está sendo utilizada da forma correta e se afastar do instrumento, o que pode parecer estranho, mas é muito eficaz.

E o psicólogo Ronaldo Marangoni garante que a criatividade é essencial no momento de compor. “É transformar afeto, sentimentos, angustias e medos em algo concreto que se possa de certa forma dominar. Com criatividade é possível até transformar um sentimento que a sociedade vivencia e transforma em música”, finaliza.

Comentários

Postar um comentário

Mais lidas

Morre aos 56 anos o ator e diretor Wilson Nunes

Pedro Perez lança o EP "Ela Brilha Mas Não é Sol"

Agenda Capixaba #02