Pular para o conteúdo principal

Fotos feitas em penitenciária feminina são expostas na UFES

Exposição está na biblioteca da UFES, em Vitória. (FOTO: Divulgação/UFES)
A Biblioteca Central, no campus da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), em Goiabeiras, Vitória, recebe a exposição 'Mulheres de Tucum', até a próxima sexta-feira (29).

'Mulheres de Tucum' apresenta trabalhos do fotógrafo Edson Chagas e fez parte da programação do Seminário de Direitos Humanos e Justiça Criminal: responsabilidades em debate, que aconteceu em dezembro. A exposição é resultado de uma documentação fotográfica realizada entre os anos 2000 e 2003 na Penitenciária Estadual Feminina, a maior cadeia de mulheres do Espírito Santo, que fica localizada em Tucum, município de Cariacica.

Segundo o 'Vitória Foto', a penitenciária abrigava no início do trabalho do fotógrafo, 100 detentas. Em janeiro de 2003, o número de internas havia crescido para 180. Seduzido pelas mulheres presas e curioso por conhecer aquele mundo, Edson Chagas sentiu que havia encontrado um bom tema para desenvolver o ensaio fotográfico que desejava. O objetivo era desvendar como tantas mulheres, com suas diferenças, poderiam viver juntas, dividindo suas ansiedades e problemas, aprisionadas num espaço reduzidíssimo.

Inicialmente, a presença da câmara fotográfica representou significados diferentes entre as meninas. Enquanto umas fugiam, outras ficavam à vontade. Mas com o passar do tempo, o fotógrafo ganhou a confiança das detentas, conseguindo revelar intimidades e comportamentos dentro da cadeia. Foram tiradas mais de duas mil fotografias sobre o cotidiano dessas mulheres.

Algumas das cenas fotografadas na época na penitenciária feminina de Tucum, em Cariacica. (FOTOS: Edson Chagas/Mulheres de Tucum)
Fotos ilustraram livro
Do trabalho, surgiu em 2003 o livro 'Mulheres de Tucum', com texto e fotos de Edson Chagas, que foi lançado também em Paris, no Espaço Reuilly, durante o I Salão do Livro e do Disco. O livro foi editado com o apoio da lei municipal Rubem Braga de incentivo à cultura.

Nele, o fotógrafo e professor da UFES, David Protti, define as fotos como um conjunto de símbolos e signos captados e articulados que estruturam uma espécie de malha formada por fios que representam os momentos de solidão, temores, remorsos e carência das detentas, entrelaçados com os de solidariedade, espiritualidade e sexualidade. "Forma uma tela invisível, mas resistente, que não interdita, mas guarda e sustenta algo profundo e valioso nas almas dessas mulheres, aquilo que nos dá força diante das adversidades da vida e que chamamos de esperança".

Capa do livro 'Mulheres de Tucum'. (FOTO: Divulgação)
Serviço
Exposição fotográfica 'Mulheres de Tucum', de Edson Chagas
Visitação: até 29/jan (sexta-feira)
Horário: segunda a sexta-feira, de 7h00 às 13h00
Local: Biblioteca Central da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) - Avenida Fernando Ferrari, 514, Goiabeiras, Vitória
Entrada: gratuita
Informações: Facebook da Biblioteca Central da UFES e Site da UFES

Comentários

Mais lidas

Jeremias é finalista do The Voice Kids

Amor como forma de resiliência é foco de clipe da banda Auri

Jeremias se classifica para mais uma etapa do reality musical The Voice Kids

MC Andressa anuncia afastamento da música