Pular para o conteúdo principal

Assista: Websérie capixaba dedicada ao reggae estreia no YouTube

Estreou no YouTube a websérie Soda Reggae, com quatro episódios em sua primeira temporada. O projeto foi viabilizado pelo edital Cultura Digital, por meio da Lei Emergencial de Cultura Aldir Blanc, sob coordenação da Secretaria de Cultura do Estado do Espírito Santo. Assista no fim da matéria.

O projeto foi idealizado e apresentado pelo publicitário, radialista e produtor cultural Thiago Bossois – que divide a função de repórter com a jornalista e radialista Alexia Mariano.

Thiago Bossois e Alexia Mariano são os apresentadores da websérie. (FOTO: Divulgação)
Com pautas abrangentes que vão desde a cultura do reggae a aspectos históricos das regiões visitadas, a websérie Soda Reggae oferece um amplo panorama sobre o contexto que envolve o lifestyle local: esportes radicais e/ou de natureza, pontos turísticos, gastronomia, ações sociais e, claro, muita música. 

Para a primeira temporada, a websérie Soda Reggae abordou Vila Velha, a Vila de Regência, Patrimônio da Penha (Caparaó Capixaba) e Santa Cruz, todos eles no Espírito Santo. 

"Soda Reggae é uma websérie dedicada ao lifestyle (estilo de vida) reggae no Espírito Santo que vai apresentar novas bandas e também artistas conhecidos do cenário reggae do estado mostrando lugares que tem relação com o ritmo jamaicano, espaços dedicados ao reggae e mostrando a importância da conexão entre o reggae e a natureza", explica Bossois.

"O objetivo é rodar mais lugares no Espírito Santo, rodar pelo Brasil e pelo mundo. Fazer festivais da Cultura Reggae no estado com a marca Soda Reggae e licenciar produtos com a marca Soda Reggae – como marca de roupas já em desenvolvimento", completa Thiago, explicando que o Soda Reggae já existia anteriormente como um portal de notícias, com perfil no Instagram, e ainda espelhado em um programa de rádio na Rocket FM.

Os apresentadores na Praia de Santa Cruz. (FOTO: Divulgação)
Episódios
Sobre a escolhas dos locais, Bossois explica que, por exemplo, Vila Velha, abordada no episódio de estreia, chama a atenção por ser a cidade que revelou a maioria das grandes bandas de reggae do Espírito Santo como Salvação, Java Roots nos anos 90, Macucos, Kanabaus e Ganjah início dos anos 2000, e Cidade do Reggae no início da última década.

Patrimônio da Penha por ser um lugar em que a conexão entre a natureza e o reggae é muito forte, Regência por que tem surf, natureza e o reggae fortíssimos, enquanto Santa Cruz é mais um local que tem a natureza como ponto forte.

"A primeira temporada de quatro episódios foi pensada no atual momento do reggae no Espírito Santo. Apesar de, atualmente, o reggae não ter a mesma força da década de 1990 até o fim dos anos 2000, quando o ES se tornou o maior celeiro de bandas deste gênero musical no país, ainda existem lugares no estado que a cultura reggae é muito forte, como Vila Velha, Patrimônio da Penha na Região do Caparaó, Regência e locais que têm muito forte a energia do reggae como Santa Cruz, pela sua conexão com a natureza", destaca Thiago Bossois.

Comentários

Mais lidas

Agenda Capixaba #56

Agenda Capixaba #48

Clássicos da música com Flashback e Faixa Bônus no Clube Arci