Pular para o conteúdo principal

Espetáculo 'Agreste' em cidades do interior do ES

Espetáculo de dança 'Agreste'. (FOTO: Divulgação/Cia Kerigma)
Contemplado pelo edital de artes cênicas 012 da Secult, o espetáculo de dança 'Agreste', da Companhia de Dança Kerigma, estará percorrendo as cidades de Itaguaçu, Afonso Cláudio, Cachoeiro de Itapemirim, Alegre e Guaçuí, em uma turnê entre os dias 02 de abril e 22 de maio. Nessa passagem pelas cidades do interior capixaba, o projeto estará promovendo sempre após as apresentações um bate-papo com o público interessado em saber sobre o processo criativo de concepção e montagem do espetáculo.

A Kerigma, originalmente criada por Merliane Almeida, Ayeska T. Nunes de Souza e Álvaro Leal vem, através da dança contemporânea, do teatro, do canto e da riquíssima literatura de Cordel contar uma história de lagrimas, dores e superação. 'Agreste' é "apaixonante" e o objetivo do grupo é "homenagear essa gente especial e mostrar que a fé supera todas as dificuldades". 'Agreste' já foi apresentado no projeto Quartas no Theatro, no Teatro Carlos Gomes em 2013, no projeto Aldeia Sesc Ilha do Mel, do Teatro Sesc Glória em 2014, em março de 2015, também no Sesc Glória, entre muitos outros locais.

Com direção e coreografia de Álvaro Leal, o elenco do espetáculo é formado por Aline Lopes, Camilla Prota, Camilla Rocha, Farley Souza, Julia Moraes, Lean Fragoso, Leazi Miranda, Tayna Oliveira e Vanessa Leal.

                   

O espetáculo
'Agreste' é um espetáculo artístico, que explora a estética da dança e do teatro na sua concepção. A montagem prima pela poética elaborada em torno do universo popular do Nordeste Brasileiro, da sua 'fé na vida', e a influência dessa cultura na formação das 'diversas culturas' do nosso país. As cenas são vivenciadas nas figuras do poeta cantador, cordelista, aboiador, entre outros. Com seu olhar próprio, 'Agreste' faz uma leitura lúdica desta cultura, relacionando-a com o universo urbano e globalizado, o processo de criação inclui pesquisas de dança/teatro, seja na movimentação articulada existente na manipulação de títeres (marionetes) em algumas coreografias e no uso de máscaras na construção de personagens. 

Nesse rico cenário, o espetáculo retrata o cotidiano de um povo sofrido que encontra na sua fé um motivo para sobreviver. 'Agreste' é uma zona de transição entre a Mata e o Sertão, abundância ou escassez, vida e morte. A fé que alimenta a alma pode alimentar também os sonhos de um ser humano em busca da sua sobrevivência... Seu Oásis...

O Projeto de Circulação vem contribuir para o fomento cultural no Estado do Espirito Santo, por se tratar de uma produção totalmente capixaba e de acesso aos mais variados públicos, priorizando a diversidade de linguagens praticadas na dança apresentando um trabalho de qualidade e conteúdo relevante.

Confira a agenda de apresentações:
02/abr - Itaguaçu (Teatro Municipal Geraldo Cestari - R. Marcondes de Souza - Centro)
10/abr - Afonso Cláudio (Centro Cultural José Ribeiro Tristão - Av. Roberto Holunder)
30/abr - Cachoeiro de Itapemirim (Teatro Municipal Rubem Braga - Av. Beira-Rio, Guandú)
07/mai - Alegre (Teatro Municipal Virgínia Santos - Rod. Alegre X Cachoeiro, Km 462, Centro)
22/mai - Guaçuí (​Teatro Municipal Fernando Torres - Av. Governador Lacerda Aguiar, Centro)

Comentários

Mais lidas

Beleza dos tapetes de Corpus Christi feito por fiéis em todo o Estado

Rap e samba: Melanina MCs participam de clipe com Tunico e Martinho da Vila

Números: Equilibrium reuniu sete mil pessoas em Vila Velha