Pular para o conteúdo principal

Governo do Estado anuncia reforma do Teatro Municipal de Vila Velha

O Governo do Estado anunciou nesta quinta-feira (7), a reforma do Teatro Municipal Elio de Almeida Vianna, em Vila Velha. O governador Renato Casagrande comunicou a publicação do edital. Toda a revitalização do espaço, que prevê mudanças internas e externas, vai custar quase R$ 2,3 milhões. 

Teatro Municipal de Vila Velha, em foto de arquivo. (FOTO: Gustavo Andrade/OMMC)
De acordo com o secretário de Estado da Cultura, Fabrício Noronha, a obra é considerada de grande porte, já que compreende reformas em toda a estrutura do teatro. O equipamento tem quase 800 metros quadrados de área construída e passará por ajustes e adaptações importantes, como normas de acessibilidade e manutenções corretivas, já que a edificação é muito antiga.

O Teatro Municipal será contemplado com rampas de acesso, plataformas elevatórias, banheiros acessíveis, substituição de esquadrias das fachadas, dos revestimentos de piso e paredes em todo o ambiente, além da instalação de novos guarda-corpos, corrimãos, novo sistema de climatização e toda a parte elétrica, finalizando com a reforma e pintura de revitalização geral.

O Departamento de Edificações e de Rodovias do Espírito Santo (DER-ES) conta com uma equipe especializada nos trabalhos de revitalização do teatro, que tem um amplo estudo para a obra com objetivo de manter as características originais e históricas do prédio. 

Segundo o diretor-presidente do DER-ES, Luiz César Maretto "o Teatro Municipal de Vila Velha carrega muita história e até já foi sede da Prefeitura. É um grande patrimônio cultural da população capixaba que merece ser valorizado".

Reforma e reabertura em 2016
Em 13 de maio de 2016, o Teatro Municipal foi reaberto após passar uma outra reforma. Na época o valor total da reforma foi de R$ 412 mil. O local estava fechado desde 2011.

Leia mais

O teatro
Localizado na Praça Duque de Caxias, no Centro do município canela-verde o Teatro Municipal Elio de Almeida Vianna foi inaugurado em 1960. O projeto da construção na época foi do próprio Elio, pioneiro da arquitetura moderna no Espírito Santo, e que faleceu em 12 de novembro de 2009, aos 88 anos.

O teatro inicialmente foi a sede da prefeitura, e em 1992 passou a funcionar como um espaço cultural. De estilo italiano, o local tem capacidade para 300 espectadores e abriga ainda a Galeria de Arte Eugênio Pacheco de Queiroz, que já recebeu diversas exposições.

Comentários

Mais lidas

Muita arte com 66 apresentações artísticas gratuitas das regiões Central e Sul do ES

Rappers lançam videoclipe contra o presidente do Brasil

oficialSMG lança seu primeiro EP intitulado "Uma Carta"