Pular para o conteúdo principal

Conheça os responsáveis pela Cultura nas prefeituras da Grande Vitória

Após tomarem posse no dia 1º de janeiro, os novos prefeitos da Grande Vitória, tiveram alguns dias ainda em período de transição para definirem e nomearem secretários e responsáveis pelas diversas pastas, entre as quais a Cultura.

Manoel Goes Neto é o novo subsecretario de Cultura de Vila Velha. (FOTO: Divulgação)
Em Vila Velha, antes mesmo da posse do prefeito Arnaldinho Borgo (Podemos), teve polêmica, pois o mesmo anunciou a extinção da secretaria municipal de Cultura (Semcult), com a criação a Secretaria de Turismo, Esporte e Cultura (Semtec). 

O secretário é Paulo Renato Fonseca Júnior, que foi secretário de Estado de Turismo no governo Paulo Hartung, tendo como subsecretario de Cultura Manoel Goes Neto, que é escritor, gestor cultural e ex-presidente do Instituto Histórico e Geográfico de Vila Velha (IHGVV), responsável pela Casa da Memória, que funciona na Prainha.

Artistas e produtores culturais fizeram um abaixo-assinado contra a extinção da secretaria exclusiva para Cultura, uma luta conquistada na gestão de Max Filho (PSDB). Arnaldinho afirma que a mudança não retirará autonomia e importância da cultura. 

Interina em Vitória
Em Vitória, a nomeação até o momento é interina, com o nome de Valeria Cristina Morgado Ribeiro, que acumula, também, a subsecretaria de Comunicação na Secretaria de Gestão, Planejamento e Comunicação. 

A dupla nomeação ainda não traz certeza sobre como funcionará a pasta de Cultura na gestão do prefeito Lorenzo Pazolini (Republicanos), se será fundida ou se continuará como secretaria independente. 

O novo prefeito de Cariacica, Euclério Sampaio (DEM), manteve a Secretaria de Cultura, e nomeou a advogada Nina Santos (Podemos), irmã e correligionária do deputado estadual Marcelo Santos e filha do falecido ex-prefeito Aloizio Santos. 

Nina foi candidata a vereadora em 2020 e obteve 903 votos, não conseguindo se eleger. Em sua campanha ao legislativo, porém, a cultura não apareceu como bandeira.

Economia Criativa em Serra
O munícipio de Serra já não tinha uma secretaria exclusiva para a cultura. O município com maior população do Espírito Santo vem de uma gestão pouco expressiva na política cultural, na pasta que unia Turismo, Esporte, Cultura e Lazer (Setur).

O prefeito Sergio Vidigal (PDT) manterá a mesma estrutura, agora com o nome de Secretaria de Economia Criativa, tendo como gestor o vice-prefeito Thiago Carreiro (Cidadania), formado em Administração e Tecnologia da Informação. 

Empresário, ele apontou que entre os planos está a retomada da Lei Chico Prego, de fomento à cultura no município, que há quatro anos não lança edital.

A Prefeitura de Fundão ainda não anunciou um nome para assumir a pasta de Esportes, Turismo e Cultura (Sesport). 

Em Viana, o novo prefeito Wanderson Borghardt Bueno (Podemos), nomeou Natan Bueno de Oliveira para a Secretaria Municipal de Infraestrutura, Edificações e Cultura. Natan possui graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal do Espírito Santo (2014). É professor de projeto e design de interiores da Universidade Federal do Espírito Santo.

Setec mantida em Guarapari
A única cidade sem novidade é Guarapari, onde o prefeito Edson Magalhães (PSDB) foi reeleito. A secretaria Letícia Regina Silva Souza continua a frente da pasta de Turismo, Empreendedorismo e Cultura (Setec).

Comentários

Mais lidas

Entrevista: Ariel Morena homenageia a mãe no clipe de "O Tempo Voa"

Os lançamentos da música capixaba em abril

Conheça as atrações do VI Festival Voadora