Pular para o conteúdo principal

Songbook do renomado violinista Maurício de Oliveira é lançado

A família de Maurício de Oliveira tem a honra de convidar a todos para o lançamento do primeiro Songbook do renomado violonista capixaba que será realizado no Teatro Universitário da Ufes no próximo dia 12, às 19h30. Este é um empreendimento familiar que contou com a parceria do Instituto Sincades.

No lançamento haverá uma mesa de autógrafos composta pelo organizador do livro e genro do violinista, Benedito Geraldo Miglio Pinto, e dois filhos do músico, Heloísa e Tião de Oliveira. Antes, às 18h30, será exibido no Cine Metrópolis o documentário O Pescador de Sons, produzido em 2007 e dirigido por Clóvis Mendes.

O violinista Maurício de Oliveira, falecido em 2009. Familiares lançam trabalho com obras musicais do artista. (FOTO: Divulgação/Cena Vitória)
O Songbook consta de algumas de suas obras musicais escritas em partituras e cifras, registros fotográficos de importantes momentos de sua carreira, da sua biografia que, à propósito, foi baseada no livro Maurício de Oliveira: o pescador de sons (2001), obra escrita por Marien Calixte, e um CD com 21 músicas executadas por ele, e que estão relacionadas neste Songbook.

Esta foi uma ousada iniciativa que envolveu os familiares em cooperação mútua na concretização do projeto. Por ocasião do lançamento, estarão à venda 200 exemplares, ao valor unitário de R$ 50,00 e esta venda será revertida para o tratamento do cantor capixaba Alexandre Lima. Outros exemplares serão doados às Escolas e Universidades de Música, entidades culturais e bibliotecas. E, com mais uma nova boa notícia: a família já trabalha no projeto do segundo volume do Songbook, portanto mais surpresas virão.


Capa do Songbook. (FOTO: Divulgação)
Ícone da cultura capixaba
Maurício de Oliveira é considerado um ícone da cultura do Espírito Santo. Nasceu em Vitória, em 19 de julho de 1925, e, aos seis anos, já se dedicava à música. Foi o primeiro brasileiro a gravar em disco a obra completa para violão de Heitor Villa-Lobos. É autor de obras como a Dança do Chico Prego, homenagem ao personagem capixaba e Canção da Paz, que foi apresentada no 5º Festival Mundial da Juventude, em Varsóvia (Polônia), e lhe rendeu o segundo lugar no evento.

O capixaba também recebeu o prêmio "Estácio de Sá", do Rio de Janeiro, por sua atuação no conjunto Hélio Mendes, e foi homenageado no Prêmio Taru, no Teatro Carlos Gomes. Trabalhou na Rádio Espírito Santo e exerceu a função de professor de violão na Escola de Música do Estado do Espírito Santo. Integrou o lendário Conjunto Vagalume. Em diversas ocasiões apresentou-se na noite capixaba e, nos anos 60 foi o maestro e arranjador de todas as canções apresentadas nos quatro festivais capixabas de música. Contraiu em 2008 o Mal de Alzheimer, vindo a falecer em Vitória em 1º de setembro de 2009, aos 84 anos.

Biografias: O Pescador de Sons (2001), vida e a obra do violonista capixaba Maurício de Oliveira, livro de autoria da jornalista e escritora Marien Calixte; O Pescador de Sons (2007), documentário dirigido por Clóvis Mendes; e O Violão Brasileiro (2008), programa apresentado pelo violonista Fábio Zanon na Rádio Cultura FM.

Fonte: Cena Vitória

Comentários

Mais lidas

TEMPO REAL: 'Equilibrium 8 Anos'

Destaques OMMC #31

Destaque da cena musical capixaba, Solveris comanda show na SubTrópico

Auri e Zé Maholics mostram a força da cena autoral capixaba em Vitória