Pular para o conteúdo principal

Silva revela que sofreu bullying na infância

O cantor Silva conta que sofreu "muito bullying" quando era criança por ter a voz fina e personalidade doce. O capixaba, que hoje namora o empresário e estilista Renan Mantovaneli, disse ainda que, tendo criação evangélica, pensava que iria ao inferno por ser gay.

Silva está passando a quarentena em Vitória, ao lado do namorado. (FOTO: Reprodução/Instagram)
"Eu sofria muito bullying na escola. Tinha uma voz muito aguda, parecia um passarinho. Lembro que demorei um pouco para mudar de voz. Sempre fui um cara mais delicado, doce, de personalidade calma."

"Era bullying o tempo inteiro. Tudo era 'viadinho'. Eu não falava isso para ninguém, guardei isso a vida inteiro. Ouvia na escola e depois na igreja de que eu iria para o inferno se eu fosse gay", disse, em entrevista em transmissão ao vivo ao Instagram da revista Marie Claire.

"Hoje sou bem resolvido, graças a Deus. Foram momentos muito difíceis na minha vida toda. Tudo o que sentia achava que era errado e pedia para Deus tirar aquilo de mim. Chorava muito", contou, dizendo que o Deus em que acredita hoje é diferente do de sua juventude. "Essa energia divina é muito maior que os dogmas e preconceitos", opinou.

Isolamento
Silva está passando a quarentena ao lado do namorado, em Vitória. O relacionamento entre os dois começou no fim do ano passado. Por sinal, no último dia 3, Renan utilizou as redes sociais para dar os parabéns à Silva. Na web, estilista compartilhou um vídeo em que o cantor capixaba surge tocando violão e cantando trecho de uma música.


Comentários

Mais lidas

Artistas e amigos lamentam morte do produtor Rike Soares

Ao vivo: Live Set Pedra Azul, com Jess

Assista: recentes lançamentos da música capixaba