Pular para o conteúdo principal

Crianças e idosos formam orquestra de cordas na Barra do Jucu

Imagine uma orquestra de cortas com instrumentos feitos de materiais reciclados. Esse é o projeto Bando Lins, composto por crianças e idosos moradores da Barra do Jucu e que tem como maestro Cris Andaluz.

Crianças participantes do projeto Bando Lins, realizado na Barra do Jucu. (FOTO: Divulgação/PMVV)
Com ampla experiência na utilização da música como forma de melhorar a qualidade de vida, o maestro viajou por todo o Brasil tocando instrumentos de cordas em asilos e creches públicas, levando a cultura para as entidades carentes. Aprendeu a profissão de luthier (pessoa que concerta todos os tipos de instrumentos de cordas) e fábrica instrumentos como violão, violoncelo, entre outros, com material reciclado, como papelão e latinhas.

“O projeto funciona há muito tempo. Fizemos uma participação no interior do Rio com a apresentação Viola, folia e amor e recentemente estivemos em Cachoeiro de Itapemirim com o tema Sábia Teimoso, onde estudamos a obra de Sergio Sampaio”, explicou o maestro.

E adianta os próximos passos. “Agora, com o convite de amigos, estamos estudando a obra do maestro Jaceguay Lins e fazendo uma homenagem a ele com o nome da orquestra experimental de cordas Bando Lins”.

A ação é promovida pelo Museu Vivo da Barra, em parceria com a comunidade e a Secretária Municipal de Cultura de Vila Velha (Semcult).

Comentários

Mais lidas

Produtores do filme "Helena" divulgam nota de pesar pela morte da atriz Lara Cavati

Maré Tardia lança primeiro single nesta sexta-feira (22)

Centro Cultural Sesc Glória, em Vitória, reabrirá de forma gradual em fevereiro