Pular para o conteúdo principal

Bernadette Lyra é homenageada no Festival de Cinema de Vitória

A escritora Bernadette Lyra é uma das homenageadas do 26º Festival de Cinema de Vitória, inclusive com lançamento de um caderno, e lançou seis livros em evento na última quinta-feira (26).  aconteceu no Hotel Senac Ilha do Boi, em Vitória.

Bernadette Lyra (centro), ao lado de José Roberto Santos Neves e Daniella Spadetto. (FOTO: Erlon Paschoal)
O público pôde ter acesso a diversas publicações de Bernadette, como seu mais recente romance, Ulpiana; o livro de contos Memórias das Ruínas de Creta, indicado ao Prêmio Jabuti de Literatura; e suas publicações voltadas para o audiovisual, como Cinema de Bordas, em parceria com Gelson Santana (SP), e Fotogramas do Brasil: As Chanchadas.

A escritora, nascida em Conceição da Barra, em 1938, apresentou ainda as obras O Parque das Felicidades e O Jogo dos Filmes.

Bernadette Lyra se disse grata com a homenagem. "Hoje vivi um momento de luz em minha vida de escritora, e pesquisadora e professora de cinema, com o lançamento do caderno do 26º Festival de Cinema de Vitória", afirmou.

Estiveram presentes nomes a exemplo de José Roberto Santos Neves, jornalista e escritor, ao lado da esposa Daniella Spadeto, que é psicóloga; Fabio Daflon, que é membro da Academia de Letras de Vila Velha; Renata Bomfim, poetisa, escritora e arteterapeuta; e Saulo Ribeiro, escritor e editor de livros.

Foram ao todo 18 livros lançados neste Festival de Cinema de Vitória, com destaques também para Minividas, de Wladimir Cazé e Fama Volat, de Francisco Grijó.

Zona Literária
Acontece neste domingo (29), a partir de 16 horas, a estreia do projeto "Zona Literária" na programação do Viradão Vitória. O evento é um espaço livre para declamação de textos, troca de livros e afetos que envolvam a literatura.

Será no quintal do Casarão Cerqueira Lima e na Biblioteca Municipal "Adelpho Poli Monjardim", que se transformará em uma Zona Autônoma Literária (ZAL), proposta por um grupo de escritores, produtores culturais e artistas que nos últimos anos vêm trabalhando de forma independente, buscando estimular e integrar expressões culturais relacionadas à literatura e a criação livre.

O grupo é composto por Lívia Corbellari, Marília Carreiro, João Chagas, Isabella Mariano, Juane Vaillant, Aline Dias, Fepaschoal e Maria Gabriela Verediano, que vão apresentar textos autorais e também homenagens a escritores veteranos da história literária capixaba.

Será lançado no evento, a primeira edição do zine ZAL com os textos autorais declamados no sarau. O evento tem produção e curadoria de Heitor Righetti e Livros por Lívia. Mais informações no evento no Facebook.

Comentários

Mais lidas

Capixabas participam de votação para se apresentar no Lollapalooza

Regional da Nair arrasta mais de 20 mil pessoas em Vitória

Carnaval em Vila Velha com shows e blocos em todas as regiões