Pular para o conteúdo principal

Rafael Magalhães se destaca na cena do samba capixaba

Após iniciar carreira solo, o cantor Rafael Magalhães tem se destacado no cenário do samba capixaba. A banda do cantor é formada por Dinho (tantã), Allan (reco-reco), Denner Ferreira (violão) e Tony Drums (baterista e produtor musical).

Rafael Magalhães durante a live no Rooftop da Praia. (FOTO: Ivan Barbosa)
O projeto foi iniciado no fim de 2019 e o lançamento oficial aconteceu no dia 29 de agosto com a live "Resenha Capixaba", transmitida no canal do Leandro Brito no YouTube, atualmente o maior canal de samba do Brasil.

O evento contou com a participação do grupo de pagode Deixa de Conversa e aconteceu no Rooftop da Praia, em Vitória. Rafael também se apresentou recentemente na Matrix Music Hall, em Cariacica, com o grupo D'Moleque, na primeira vez em live e depois, em uma participação no show do mesmo grupo.

Além disso, tem feito apresentações em eventos fechados e também em bares e casas de show da Grande Vitória, em locais permitidos nos tempos de pandemia de Covid-19. O trabalho de Rafael pode ser acompanhado no Instagram @rafamagalhaes_oficial.


História
Nascido em uma família musical, esteve desde a infância inserido nesse cenário. Ainda muito novo, começou a estudar violão e sempre participava das rodas de samba da família, dos eventos da escola e também, da igreja. 

Passou a ser convidado para tocar nas missas em igrejas de comunidades variadas e o interesse por aprender outros instrumentos aflorou. 

Atualmente, seu instrumento oficial é o banjo, mas também toca cavaco, violão guitarra, baixo, bateria, entre outros instrumentos de  corda, percussão e também, de sopro. 

Na adolescência criou seu primeiro grupo de pagode e samba, o Joga na Mesa. Onde tocava com um grupo de amigos em bares e casas de show da Grande Vitória e norte do Espírito Santo. 

O grupo se desfez em 2016 e Rafael continuou no cenário musical, atuando como músico freelancer em eventos particulares e também nas igrejas onde era convidado. 

Comentários

Mais lidas

Agenda Capixaba #43

Agenda Capixaba #40

Agenda Capixaba #37