Pular para o conteúdo principal

Poetisa capixaba participa de slams nacionais

A poetisa Júlia Ramos, a Júpiter, 26 anos, representou o Espírito Santo nas duas competições nacionais de Slam, campeonato de poesia autoral falada, que diferente do Duelo de MCs, não possui acompanhamento dos beats.

Júlia Ramos, a Júpiter, representou o Estado em competições nacionais. (FOTO: Divulgação)
A capixaba foi para a final e ficou em terceiro lugar no Slam Nacional Interescolar Nacional e, no último fim de semana, participou do Slam BR, o mais importante torneio nacional do tipo - que ocorreu de forma virtual em 2020, tendo chegado as semifinais.

Júpiter, que é de Vila Velha, é poetisa e integrante do Coletivo Nísia, que realiza o Slam Nísia na Região 5 do munícipio canela-verde.

Os poetry slams são batalhas de poesia falada celebradas em numerosas comunidades ao redor do mundo, e que se alastraram por todo país com enorme impacto no público jovem e periférico. Hoje existem mais de 200 comunidades de slam no Brasil em 20 estados do território nacional.

O Slam BR deste ano, por exemplo, reuniu 24 poetas, campeãs e campeões estaduais dos poetry slams brasileiros em três dias imperdíveis de batalha de poesia.

Comentários

Mais lidas

Para tirar o pé do chão: Felipe Peó lança o EP "É no Forró"

Festival Pretativa lança o EP "De Dudu pra Dudu"

Vini Lacroix lança o single "Patroa" no dia 30 de abril