Pular para o conteúdo principal

Biblioteca de Vitória faz lançamento on-line de quatro livros capixabas

A Biblioteca Municipal Adelpho Poli Monjardim, de Vitória, e a Academia Espírito-Santense de Letras realizam nesta terça-feira (22), às 19h30, o lançamento de quatro livros capixabas.

São os títulos Escritores e obras literárias de Vitória, da Coleção Escritos de Vitória 35; Homens e Cousas Espírito-santenses, de Amâncio Pereira; O Pestalozzi Capixaba, da Coleção Roberto Almada; e Quando o Penedo Fallava, de Elpídio Pimentel, da Coleção José Costa, n31.

Quatro livros serão lançados na Biblioteca Municipal de Vitória. (FOTO: Divulgação/PMV)
O lançamento será realizado por meio do aplicativo Google Meet. É preciso se inscrever para participar. O link será enviado 30 minutos antes por e-mail. No lançamento, os organizadores das obras, Adilson Vilaça, Fernando Achiamé e Francisco Aurélio Ribeiro, vão falar sobre os títulos. 

O lançamento é uma parceria entre a Academia Espírito-Santense de Letras e a Secretaria Municipal de Cultura de Vitória (Semc), por meio da Biblioteca Municipal. Além das obras, haverá ainda o lançamento da edição nº 25 da Revista da Academia Espírito-santense de Letras, em circulação ininterrupta desde 1998.

Livros
O Pestalozzi Capixaba. Amâncio Pereira: Vida e Obra. V. 32 da Coleção Roberto Almada. A obra, que trata de autores capixabas e é organizada pelo professor Francisco Aurelio Ribeiro, traz a notícia biográfica, ensaio crítico e uma antologia em prosa e verso de um dos maiores escritores de sua época, o professor Amâncio Pereira (1862-1918), que se consagrou como dramaturgo e comediógrafo, mas deixou uma obra singular em todos os gêneros e modalidades literárias e não literárias: novelas, contos, crônicas, poemas, ensaios, história, geografia, infelizmente, hoje pouco conhecida pela maioria dos capixabas.

Escritores e obras literárias de Vitória, da Coleção Escritos de Vitória 35. Essa antologia, criada pelo jornalista e escritor Adilson Vilaça, na Prefeitura de Vitória, em 1993, possui como tema “Obras e Personalidades Literárias de Vitória”. Cerca de 40 escritores foram selecionados com textos diversos, em prosa ou verso, retratando diferentes autores e obras do cenário capixaba, em forma de contos, crônicas, poemas ou ensaios.

Homens e Cousas Espírito-santenses, de Amâncio Pereira. Trata-se da segunda edição de uma obra clássica, publicada em 1914, e que muito serviu aos historiadores capixabas, pelas informações que traz sobre o nosso passado e a nossa história. A obra foi organizada pelo professor e historiador Fernando Achiamé, que faz um lúcido e esclarecedor prefácio, contextualizando a obra em seu tempo e espaço. Uma relíquia para todos os que amam o Espírito Santo, sua história e sua gente.

Quando o Penedo Fallava, de Elpídio Pimentel, da Coleção José Costa, n31. É a segunda edição de uma obra clássica, publicada em 1927, e destinada ao público infantojuvenil. Também organizada pelo professor e historiador Fernando Achiamé, traz prefácio do jornalista Álvaro José Silva. É uma das obras paradidáticas pioneiras destinadas ao estudante capixaba e, historicamente, só foi precedida pelo Catecismo Histórico e Político, de José Marcelino, escrito em 1859, e pelo Noções Abreviadas de Geografia e História do ES, de Amâncio Pereira, em 1894.

Revista da Academia Espírito-santense de Letras, v. 25, em circulação ininterrupta desde 1998, traz a contribuição de cerca de 20 acadêmicos da AEL e está disponível aos leitores interessadas no site da instituição.

Distribuição gratuita
Os livros estarão disponíveis para distribuição gratuita a partir de 23 de dezembro na Biblioteca Municipal Adelpho Poli Monjardim, localizada na rua Muniz Freire, 23, Cidade Alta, Centro, Casarão Cerqueira Lima, Vitória, no horário das 12h30 às 17 horas, de segunda a sexta-feira.

Comentários

Mais lidas

Agenda Capixaba #43

Agenda Capixaba #40

Agenda Capixaba #37