Pular para o conteúdo principal

História da dança capixaba é contada em podcast

Na próxima sexta-feira (13), o Coletivo Emaranhado, de Vitória, estreia a segunda temporada do podcast "Prosa em Dança: um registro da dança capixaba". Lançado no ano de 2021, o Prosa em Dança convida artistas capixabas da dança para contar a sua trajetória em nosso território.

Nesta edição foram convidados quatro artistas: Elídio Netto, Lalau Martins, Marina Zanchetta e Mitzi Marzzuti, profissionais que atuam em distintas áreas da dança no Espírito Santo há mais de 30 anos.

Uma das convidadas é Marina Zanchetta. (FOTO: Igor Maia)
"O Prosas é uma etapa inicial para a contribuição do Emaranhado no registro da dança capixaba. A oralidade, o exercício da escuta e o resgate da memória, para nós, são princípios da ancestralidade, tema que estamos tentando engajar em nossos trabalhos. O agenciamento de artistas, principalmente de profissionais da arte negra, são umas das propostas deste projeto", explica Maicom Souza, um dos apresentadores do podcast e, dançarino, filósofo, fomentador cultural e mestrando na Universidade de Brasília (UnB).

Elídio Netto é coreógrafo, pesquisador de dança afro-contemporânea e estética negra; Lalau Martins é coreógrafa, professora e bailarina pesquisadora de danças urbanas; Marina Zanchetta é porta-bandeira do G.R.C.E.S Unidos de Jucutuquara, além de atuar como pedagoga e fomentadora do ensino de arte no ensino público; e ainda, Mitzi Marzzuti, diretora e fundadora da primeira companhia de dança contemporânea do Espírito Santo, a Cia. Mitzi Marzzuti.

Ao registrar a trajetória desses artistas, o Emaranhado caminha em prol do seu objetivo que é articular novos caminhos para se pensar e fazer dança no Espírito Santo. "Temos direcionados nossos estudos para as manifestações negro-brasileiras, trabalhando com projetos dentro de uma percepção afroperspectivista e interseccional, considerando o corpo e a arte negra como motriz de nossas pesquisas. Neste prpósito, registramos nesta temporada a história de três artistas negros (Elídio Netto, Lalau Martins, Marina Zanchetta) que são referência da cultura local", conta Maicom Souza.

A equipe do Coletivo Emaranhado. (FOTO: Igor Maia)
Para além desta perspectiva, com o lançamento deste podcast registra-se também como artistas como Mitzi Marzzuti, pioneira da dança capixaba em nível local, nacional e internacional, articula suas redes de pesquisa e profissionalização.

Este projeto é realizado com apoio do edital de seleção de projetos e concessão de prêmio para coletivos culturais – interações estéticas, do estado do Espírito Santo, por meio da Secretaria de Estado da Cultura. O Prosa em Dança foi idealizado por Érica Ortolan e Voe Produções no ano de 2021 e, agora, nesta segunda edição, é realizado em parceria com o Coletivo Emaranhado. 

Cada episódio tem a duração de aproximadamente 40 minutos, estará disponível em diversas plataformas de forma gratuita (Spotify, Amazon, Anchor, Deezer, entre outros), seu lançamento será via redes sociais do Coletivo Emaranhado.

Ficha técnica
Organização: Coletivo Emaranhado
Realização: Coletivo Emaranhado e Voe Produções
Direção de Produção: Maicom Souza
Direção Administrativa e Jurídica: Érica Ortolan
Direção Artística: Ricardo Reis
Entrevistadas/o: Elídio Netto, Lalau Martins, Marina Zanchetta e Mitzi Marzzuti
Trilha: Dori Sant’Ana
Arte Gráfica: Bernardo Firme
Fotografia: Igor Maia
Assistente de produção: Amanda Luzia e Ricardo Reis
Apoio: Secretaria de Estado da Cultura do Espírito Santo

Comentários

Mais lidas

Íris Cupertino lança a música "Pouca Roupa", com participações de Reygn, GD e VTbeats

Agenda Capixaba #61

Agenda Capixaba #66: shows, festas e eventos culturais de 21 a 27 de março