Pular para o conteúdo principal

DJanes falam das atrações mais esperadas da Equilibrium

Jess, Nith e Lowez falaram das atrações mais esperadas e favoritas da 20ª edição do Festival Equilibrium, que acontece no próximo sábado (18), em Vila Velha. O evento de música eletrônica terá mais de vinte atrações da cena brasileira e mundial e promete atrair mais de cinco mil pessoas a Fazenda Camping, na Barra do Jucu.

O paulista Gabe é uma das atrações mais esperadas por Nith e Lowez. (FOTO: Divulgação/Gabe)
Nith disse que na sua opinião, os DJs Gabe (SP) e Liu (SP) são os mais esperados do line up. Gabriel Serrasqueiro, o Gabe, é de São Paulo e o mais conhecido nome do psytrance brasileiro. Considerado um dos mais experientes DJs e produtores do Brasil. Seu projeto musical, Wrecked Machines, foi o primeiro projeto brasileiro a se firmar no cenário internacional. Atualmente, com sets dinâmicos, seu som reúne diferentes vertentes da música eletrônica.

Christian Liu de Almeida, ou somente Liu vem conquistando o cenário da música eletrônica, e é considerado um dos meninos prodígio da cena. Também de São Paulo, é produtor há 6 anos. Liu conseguiu apoio de todos os gigantes da cena brasileira, como Alok, Vintage Culture, Illusionize, Senne, Raul Mendes, com seu som tecnicamente impecável e totalmente inovador, voltado para os gêneros deep e future house.

Já Lowez incluiu Gabe e Liu em sua lista, e ainda acrescentou Rivas (SP) e Groundbass (SC). Rivas é de São Paulo e a produção musical sempre esteve presente em sua vida. Aos 14 anos arriscou, de forma independente, as suas primeiras produções e dois anos depois as qualidades de suas músicas chamaram a atenção da DIM MAK, gravadora de Steve Aoki. Suas tracks são animadas, com uma vibe funky, bem groovadas, capazes de fazer uma multidão dançar sem nem perceber. Atualmente, se destaca por onde toca e é um dos grandes nomes no cenário nacional da música eletrônica.

GroundBass é o projeto de progressive trance de Thiago Ramos, catarinense de Florianópolis. Atuando na produção musical desde 2013, rapidamente seu carisma e dedicação promoveram seu destaque na cena eletrônica. Além de hits como The Engineers e Judgment Day, atualmente vem alcançando ótimas posições no top 100 do canal Beatport, onde recentemente, emplacou a terceira posição das faixas mais vendidas do chart de psytrance.

Jess definiu o alemão Neelix como uma das principais atrações da Equilibrium. (FOTO: Reprodução/Upallnight.us)
Por fim, Jess, que curte mais a cena eletrônica internacional escolheu Neelix (Alemanha) e Phaxe (Dinamarca) como suas as atrações favoritas. Henrik Twardzik, também conhecido como Neelix, é de Hamburgo, na Alemanha. Combina elementos de progressive trance, progressive house e electro music para criar o som distinto pelo qual é conhecido. Seus singles recém-lançados são On My Own e Nature One.

Kevin Josefsen, o Phaxe, é de Copenhague, na Dinamarca. Passou do anonimato ao protagonismo internacional da elite do progressive trance mundial em pouco tempo. Começando a carreira em 2007, e apenas quatro anos depois tornou-se destaque nos line ups e nome de peso por onde se apresentava em todo o mundo. Produções impressionantes e remixes reconhecidos pelos maiores nomes da cena demonstraram o rumo e sua história de sucesso, que o fez ser descrito como um prodígio do progressivo.

A Equilibrium terá além de Jess, Nith e Lowez, outros capixabas no line up. Catrink e Caus no Main Stage, e Brunelli, Pontes, Zord e Jeff Ueda no Club Stage, também se apresentarão. 

Comentários

Mais lidas

Artistas mulheres pedem respeito e mostram que dominam no Luz del Fuego Festival

Destaques OMMC #53

Fotos: Luz del Fuego Festival