Pular para o conteúdo principal

Capixabas buscam sucesso em músicas com nome de mulheres

As músicas com nomes femininos tem feito grande sucesso nacionalmente nos últimos anos. Exemplos são os hits Oh Juliana, de Niack (SP); Rita, de Tierry (BA); e Letícia, de Zé Vaqueiro (PE), todos lançados em 2020.

E somente neste mês de fevereiro a música capixaba ganha três músicas com nomes de mulheres. Será que vão hitar também? Essa é a torcida do O Melhor da Música Capixaba.

Alemão do Forró, junto com o baiano Lambasaia lançou o hit Luana. (FOTO: Reprodução)
O cantor Alemão do Forró lançou o single Luana no dia 11 de fevereiro, em uma parceria com Lambasaia (BA). Somente no YouTube, a música tem mais de 103 mil visualizações. Um dia antes, no dia 10, João Bermudes apresentou a música intitulada Marinete

E no último dia 19, Cristian Sullivan lançou o single Ludi. O cantor foi destaque na página principal do Palco MP3 no estilo forró e segundo o cantor, já são mais de 2 milhões de visualizações no Instagram e TikTok. "Obrigado demais a todos que estão curtindo, compartilhando e dançando ao som da Ludi", disse.


Outros trabalhos
Anteriormente, outros artistas capixabas investiram em músicas com nome de mulheres. Em janeiro de 2021, Kevilin Alves lançou o hit Camila, que tem quase 20 mil visualizações no YouTube, e mais de 12 mil no Spotify.

Em julho de 2020, Thainá Lopez apresentou Ô Ana, música que fala do amor entre Thainá e Ana Paula Becker. Letícia também deu nome a uma música da banda Mano JacK, que teve o videoclipe lançado em dezembro de 2019.

A extinta Adiós, Me Voy lançou em agosto de 2011 a música Renata, de autoria de Daniel Morelo, que integrou o primeiro CD, com título homônimo ao nome da banda, com 12 faixas autorais.

Comentários

Mais lidas

Para tirar o pé do chão: Felipe Peó lança o EP "É no Forró"

My Magical Glowing Lens em festival feminista em Mossoró

Festival Pretativa lança o EP "De Dudu pra Dudu"