Pular para o conteúdo principal

Gilberto Gil é homenageado no 27º Festival de Cinema de Vitória

O baiano Gilberto Gil será o homenageado da 27ª edição do Festival de Cinema de Vitória, o maior festival de cinema do Espírito Santo. Em 2020, o evento acontece de 24 a 29 de novembro, de forma online e totalmente gratuita, em razão da pandemia de Covid-19.

O baiano Gilberto Gil é o homenageado do festival de cinema capixaba. (FOTO: Gérard Giaume)
Como parte da homenagem será produzido o Caderno do Homenageado, uma publicação exclusiva assinada pelo jornalista e escritor Jace Theodoro, além da entrega do Troféu Vitória.

O festival exibirá com exclusividade um trecho do documentário inédito Disposições Amoráveis, de Ana de Oliveira (BA), que acompanha as percepções de Gil em três países diferentes: Chile, Índia e Uruguai. Neste último, Gilberto Gil se encontra com o ex-presidente do país, Pepe Mujica.

No longa-metragem, Gilberto Gil reflete sobre temas fundamentais da vivência contemporânea, como amor e o futuro da humanidade. Unindo o discurso do cantor baiano, as palavras de diversos pensadores brasileiros, música e encontros com o objetivo de trocar ideias e experiências, o documentário procura pensar sobre os tempos atuais e suas questões.

Para a diretora do festival, Lucia Caus, é uma honra poder homenagear o artista. "Gilberto Gil é a síntese do melhor do Brasil. Uma explosão de talento, carisma, inteligência e representatividade. É uma honra e um prazer reverenciá-lo e, desta forma, homenagear o nosso país".

Gil durante as gravações de Disposições Amoráveis, de Ana de Oliveira, na Índia. (FOTO: Candice Carvalho)
O homenageado
Gilberto Passos Gil Moreira, conhecido como Gilberto Gil (Salvador, 26 de junho de 1942), é um cantor, compositor, instrumentista, produtor musical e político brasileiro, conhecido por sua contribuição na música brasileira e por ser vencedor de prêmios Grammys Americano, Grammy Latino e galardeado pelo governo francês com a Ordem Nacional do Mérito (1997). Em 1999, foi nomeado "Artista pela Paz", pela UNESCO.

Gil foi também embaixador da ONU para agricultura e alimentação e ministro da Cultura do Brasil (2003–2008). Em mais de cinquenta álbuns lançados, ele incorpora a gama eclética de suas influências, incluindo rock, gêneros tipicamente brasileiros, música africana, funk, música disco e reggae.

Gilberto Gil emprestou o seu talento para diversas produções audiovisuais. Um de seus trabalhos mais emblemáticos no cinema, é a trilha sonora do filme Eu, Tu, Eles (2000), dirigido por Andrucha Waddington (RJ) e protagonizado por Regina Casé (RJ).

Mas sua carreira no audiovisual começa ainda nos anos de 1969, quando fez sua primeira colaboração para o cinema no filme Brasil Ano 2000, de Walter Lima Jr (RJ).

Saiba mais
Festival de Cinema de Vitória tem mais de mil filmes inscritos

Comentários

Mais lidas

Peregrino das Artes faz grafite decor na residência de músico capixaba

Vitória: Cidade Sol celebra 469 anos com diversos atrativos turísticos

"Eu Sou Favela", de Cesar MC e VK Mac tem 1,4 milhão de visualizações