Pular para o conteúdo principal

Carnaval de Vitória: animação marca desfiles das escolas do Grupo de Acesso B

A primeira noite dos desfiles das escolas de samba do Carnaval de Vitória 2020 foi marcada por muita animação e samba no pé, entre a noite de quinta (13) e a madrugada desta sexta (14), no Sambão do Povo. 

Não faltou força de vontade das cinco agremiações do Grupo de Acesso B na busca pela vaga no Grupo de Acesso A na folia de 2021.

Componentes da Tradição Serrana durante a primeira noite de desfiles no Sambão do Povo. (FOTO: Leonardo Silveira/PMV)
Após a Família Real dar o sinal verde para a festa de Momo, quem abriu os desfiles no Sambão do Povo foi a Tradição Serrana, que levou para a passarela do samba o enredo “Os degredados filhos de Eva”, com muita energia e disposição dos componentes. 

Depois foi a vez do carnaval de congo tomar conta da avenida com a União Jovem de Itacibá, que fez seus tambores ecoarem na avenida com o enredo "A saga dos negros escravos no carnaval de congo de Roda D'Agua".

A terceira escola a desfilar foi a Mocidade Serrana. Com o enredo "Pagã. Hoje tem festas na avenida celebrando as cores da vida", a agremiação fez a passarela do samba ferver ao celebrar as cores da vida.

Em seguida, veio a Independentes de Eucalipto, que levou o enredo "Dulce - O doce anjo da misericórdia".  Em romaria na avenida, a agremiação transformou samba em oração para contar a história de Irmã Dulce, a protetora dos desvalidos.

Fechando os desfiles do Grupo de Acesso B, a Império de Fátima passou pela avenida no clima de "respeitável público!!!", com o enredo "Cadê o circo? Ninguém sabe, ninguém viu, o circo sumiu!".

Nesta sexta-feira (14), desfilam as escolas do Grupo de Acesso A:
Pega no Samba – “Viva e deixe-me viver. Intolerância jamais! O Pega pede paz”
Chega Mais – “Divina Luz”
Andaraí – “Na pancada da “marvada”, “pinga” água que passarinho não bebe!”
Rosas de Ouro – “Nkinzi a Longo. A Ndombe Muna Ntima a Ntinu wa Kongo. Festa de Santo Preto na Coroação do Rei de Congo”
Chegou O Que Faltava – “Que comecem as apostas! Sorte ou azar, só o tempo dirá.”
Barreiros – “A Magia do Tempo”
Mocidade da Praia – “Um mundo azul tão distorcido no espelho seu vou caminhando junto aos meus”

Comentários

Mais lidas

Peregrino das Artes faz grafite decor na residência de músico capixaba

Série capixaba "Não Sabe Brincar, Não Desce to Play" estreia dia 13 de setembro

Congo é sinônimo tradição e cultura no Espírito Santo