Pular para o conteúdo principal

Duo Severino une MPB, indie, alternativo e eletrônico em EP de estreia

Buscando manter o otimismo em meio às adversidades e sem perder o sorriso para dar a volta por cima, o duo capixaba Severino lança seu trabalho de estreia. Com uma mescla de sons brasileiros e eletrônicos somados a um clima alternativo, o EP Próxima Estação teve produção musical de Jackson Pinheiro e está disponível nos principais serviços de streaming de música.

Humberto Campos e Edson Freitas formam o duo Severino. (FOTO: Gabriel Hand/Divulgação)
Severino resiste e persiste no caldeirão independente capixaba, um projeto que surgiu da teimosia em fazer música, apesar dos desafios em viver de arte. A dupla é acompanhada por uma gama de instrumentos eletrônicos, fazendo a vez de "quebra-galhos" - tal qual o personagem do porteiro imortalizado por Paulo Silvino em um humorístico global e que acabou por batizar o trabalho.

Agora, Severino se estabelece no cenário da nova MPB sem se restringir a rótulos de gêneros musicais em seu EP. O primeiro gostinho do trabalho veio com a faixa-título, já revelada como single, apresentando um projeto que mira o futuro sem deixar de refletir o presente.

"São cinco músicas que tratam de levantar, sacudir a poeira e dar a volta por cima com beijinho no ombro. Duas delas (Se Abrigar da Chuva e Sorriso de Bethânia) tendo um segundo personagem como ser solidário e fraterno, pois nesses momentos, não temos que estar sozinhos e precisamos fortalecer as relações afetivas. Ninguém solta mão de ninguém", reflete o baixista e compositor Humberto Campos.
 

Adversidade
O projeto baseado em Vitória, no Espírito Santo, nasceu na adversidade. Diante da dificuldade em manter um trabalho coletivo em formato de banda e da limitação de suas habilidades enquanto cantor, Campos convidou o cantor e guitarrista Edson Freitas para formarem um duo a três - eles e o acompanhamento eletrônico, que faz vezes de bateria, trompete, teclado e muitos outros instrumentos e a quem passaram a chamar de Severino.

"Ou me reinventava para continuar existindo como compositor e músico que busca a própria identidade musical ou caía no marasmo infinito de não conseguir avançar musicalmente", relembra Humberto. Ao pesquisar formações possíveis e práticas, ele viu nascer uma parceria que agora ganha forma com o seu primeiro EP em um processo pessoal de dar essa volta por cima.

Ouça o EP Próxima Estação: http://smarturl.it/ProximaEstacaoEP

"O EP é uma resposta a um período muito difícil do qual estamos superando. Uma parceria profissional que não se concretizou, questões pessoais, a perda de amigos para essa onda de depressão que acomete tantos hoje em dia e até esse ambiente político brasileiro", reflete Humberto, que colocou nas canções uma verdadeira catarse.

"Decidimos não pegar as músicas que considerávamos melhores para um EP e sim aquelas que pudessem representar esse período de renovação e superação. E que também pudesse ser uma trilha sonora pra quem também está querendo sair de uma fase difícil", completa.

Severino se estabelece no cenário da nova MPB sem se restringir a rótulos de gêneros musicais no EP. (FOTO: Gabriel Hand)
Música em coletânea
Severino se estabeleceu em junho de 2017, quando gravou a demo Sorriso de Bethânia para a coletânea Voadora Records Vol. 2, que reuniu nomes de destaque da efervescente cena capixaba. Desde então, vem ganhando espaço nos palcos do estado e além. O EP está disponível em todas as plataformas de streaming.

Comentários

Mais lidas

Artistas mulheres pedem respeito e mostram que dominam no Luz del Fuego Festival

Destaques OMMC #53

Fotos: Luz del Fuego Festival