Pular para o conteúdo principal

"Para nós músicos essa é uma conquista muito grande", diz Bruna Olly sobre homenagem na Ales

Bruna Olly após receber a comanda. (FOTO: Reprodução)
A cantora e compositora Bruna Olly, 25 anos, foi homenageada com a comenda Maurício de Oliveira na noite da última segunda-feira (25), durante a sessão solene em homenagem ao Dia da Música Capixaba, na Assembleia Legislativa (Ales), na Enseada do Suá, em Vitória.

Bruna ficou responsável discursar em nome dos músicos capixabas (assista no vídeo) durante a cerimônia que lotou o Plenário Dirceu Cardoso, em um momento marcante para a música do Espírito Santo. A cantora, natural de Vila Velha, destacou que a data de 24 de abril, instituído pela Lei 10.461/2015 como o Dia da Música Capixaba, é uma conquista em todos os âmbitos para o segmento. "Quero expressar a alegria, a felicidade de estar aqui hoje nessa sessão solene do Dia da Música Capixaba. Para nós músicos essa é uma conquista muito grande porque é o reconhecimento do nosso trabalho, reconhecimento da nossa arte, e para nós esse é um momento muito marcante, estamos todos muito felizes, acredito, de estarmos aqui. Eu me sinto honrada em estar entre os homenageados nessa noite", afirmou em um trecho.

Saiba mais
Noite marcante para a música capixaba em Vitória
Assista curta apresentado durante sessão do Dia da Música Capixaba

Bruna Olly lembrou que desde a infância estudou na Faculdade de Música do Espírito Santo (Fames).  "Eu que tenho toda minha formação musical aqui no Estado, pela Faculdade de Música do Espírito Santo (Fames), desde a minha musicalização infantil até a conclusão do ensino superior, por isso essa é uma noite que eu estou muito honrada de estar aqui, agradecida, e quero parabenizar o deputado Marcos Bruno por essa iniciativa, muito obrigada", disse, agradecendo o deputado estadual Marcos Bruno (Rede), autor da lei e proponente da sessão solene.

                 

No fim, Bruna falou da música como forma de comunicação com Deus. "Quero encerrar minha fala desejando que a música não apenas venha a mexer com nosso emocional, com nossos sentimentos, como a gente sabe que ela sim bem o faz, mas que ela possa ser uma forma de nós nos comunicarmos com Deus e de Deus comunicar com toda a humanidade, fazer de nós pessoas melhores, cidadãos melhores, porque a música é muito capaz de fazer isso", finalizou. Bruna Olly esteve acompanhada por seu pai, o pastor Paulo César, durante a sessão.

Comentários

Mais lidas

5º Festival de Música nas Escolas: votação aberta para decidir vencedores

Viradão Vitória: muita cultura e agito no Centro da capital capixaba

Destaque da cena musical capixaba, Solveris comanda show na SubTrópico

Auri e Zé Maholics mostram a força da cena autoral capixaba em Vitória