Pular para o conteúdo principal

Morre Rike Soares, produtor cultural da cena alternativa de Vitória

O produtor cultural e DJ Henrique Soares, conhecido como Rike Soares, morreu na manhã desta quinta-feira (15) no bairro Jardim da Penha, em Vitória. O empresário produziu festas da cena musical alternativa e LGBTQI+ da capital desde 2004, com a produtora Antimofo.

O produtor cultural Rike Soares morreu nesta quinta-feira (15), em Vitória. (FOTO: Reprodução/Facebook)
"Ele era uma pessoa muito querida. Estamos resolvendo várias questões chatinhas, é um momento chato... Quero só respirar para conseguir resolver tudo", disse a irmã Janaína Soares, que mora em São Paulo, mas está no Estado, ao portal A Gazeta.

Rike, através da Antimofo, administrava as casas noturnas Fluente, localizada na Rua do Canal, em Jardim da Penha; Bolt, na Rua da Lama, também em Jardim da Penha; e Stone Pub, na Rua Rômulo Samorini, na Praia do Canto. Os locais são importantes redutos de artistas e locais de festas de música pop, rock, indie e outros estilos. 

Em 2004, a produtora iniciou suas atividades como um projeto para aprimorar a cena cultural alternativa de Vitória. A produtora se destacou por se posicionar publicamente contra o preconceito e a Fluente abrigou o primeiro casamento homoafetivo do Espírito Santo, em 2016.

Investigações
A Polícia Civil informou que o caso foi registrado como morte a esclarecer. O corpo do produtor foi encaminhado para o Departamento Médico Legal (DML) de Vitória, para ser identificado e feito o exame cadavérico, onde irá apontar a causa da morte.

"O procedimento será encaminhado para a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Vitória, que aguardará o resultados dos exames para definir se haverá instauração de inquérito, caso seja constatada morte violenta", diz a nota da PC.

Comentários

Mais lidas

Artistas e amigos lamentam morte do produtor Rike Soares

Ao vivo: Live Set Pedra Azul, com Jess

Assista: recentes lançamentos da música capixaba