Pular para o conteúdo principal

Silva e Maria Gadú pedem por mais igualdade durante show em Vitória

Uma multidão esteve presente na Praça do Papa na noite desta terça-feira (10). É que Silva, Maria Gadú (SP), o grupo Samba Pras Moças e o DJ Zappie se apresentaram no show "Vitória de Todas as vozes: um canto de igualdade", que celebrou o Dia Internacional dos Direitos Humanos.

Silva e Maria Gadú (SP) se apresentaram juntos em show na Praça do Papa. (FOTO: Gustavo Andrade/OMMC)
O show foi promovido pela Prefeitura de Vitória, por meio da Secretaria de Cidadania, Direitos Humanos e Trabalho (Semcid).

A abertura ficou por conta do grupo Samba Pra Elas, formado por cinco cantoras, onde cada cantora interpreta uma sambista que fez história no mundo do samba. São elas Dorkas Nunes (Dona Ivone Lara), Tereza Cristina (Jovelina Pérola Negra), Sol Pessoa (Alcione), Monique Rocha (Clara Nunes) e Bruna Medeiros (Beth Carvalho).

Já o DJ Zappie se apresentou nos intervalos, animando a noite com muita black music.

Silva e Maria Gadú
Já passava de 21 horas, quando o cantor Silva subiu ao palco, abrindo o show com a introdução de Nada Será Mais Como Era Antes, e em seguida Let Me Say, ambas do álbum Brasileiro. Com Maria Gadú, cantou cinco hits, incluindo Nosso Estranho Amor e Shimbalaiê.

Multidão na Praça do Papa durante o shows. (FOTO: Gustavo Andrade/OMMC)
Antes do show, Maria Gadú falou da amizade com o capixaba, em mensagem no Instagram. "Eu e Lúcio. Tantos anos de amizade, coisas lindas, músicas, cantorias. Hoje canto com ele, em Vitória, num evento lindíssimo por conta do Dia Internacional dos Direitos Humanos", contou a paulista.

Vale lembrar que esta pode ser uma das últimas apresentações da paulista no Estado. Em novembro, durante sua turnê europeia, a cantora anunciou que fará uma pausa na carreira por tempo indeterminado.


Comentários

Mais lidas

Ao vivo: "Toro Live Transmission #002"

Festival VirtuALL: 25 atrações se apresentam em lives na internet

Roberto Carlos cancela shows devido a pandemia do novo coronavírus