Pular para o conteúdo principal

História: 173 anos da chegada dos primeiros imigrantes alemães no Espírito Santo

No dia 21 de dezembro de 1846 desembarcaram em Vitória, capital do Espírito Santo, os primeiros 108 imigrantes alemães. Permaneceram alguns dias em Vitória e, então, seguiram para a Colônia de Santa Isabel, a primeira fundada em solo capixaba pelo Dr. Luiz Pedreira do Couto Ferraz, que era o Presidente da Província do Espírito Santo.

Portal no atual distrito de Santa Isabel, em Domingos Martins. (FOTO: Iêda Barbosa/Divulgação)
A histórica data completou 173 anos neste sábado (21), e marcou o início do que viria a se tornar o município de Domingos Martins, na região Serrana capixaba.

Ao todo 39 famílias sendo 16 evangélico-luteranas e 23 católicas, saíram da região montanhosa do Hunsrück, na Prússia Renana, das cidades de Koblenz, Lötzbeuren e Traben-Trarbach e embarcaram rumo a América do Sul.

As famílias viviam em péssimas condições de vida e rumaram ao Brasil em busca de uma vida mais digna. Embarcaram em Dunquerque, na França, e após 70 dias de viagem chegaram ao Rio de Janeiro.

Depois de passarem por várias decepções na cidade carioca, conseguiram audiência com o Imperador D. Pedro II que providenciou três vapores para o transporte até a capital capixaba, muito embora o destino fosse o Sul do Brasil.

Campinho de Santa Isabel, aproximadamente em 1895. (FOTO: Albert Richard Dietze/Biblioteca Nacional)
A primeira capela foi logo construída no morro de Boa Vista onde pretendiam também construir a vila, e acabaram ficando cerca de 10 anos, e por questão de clima, alguns subiram mais.

Foi então que as famílias católicas ficaram em Santa Isabel e as luteranas prosseguiram um pouco mais  e chegaram a um lugar plano entre as montanhas o qual denominaram de Campinhoberg -  Morro do Campinho. Em 1852 a primeira igreja católica foi consagrada na vila de Santa Isabel e tinha como Padroeiro São Bonifácio.

A Colônia foi progredindo gradativamente e logo emancipou-se de Viana. Foi elevada à condição de Freguesia em 1869 e Distrito Policial em 1878. No dia 20 de outubro de 1893, o município de Santa Isabel desmembrou-se de Viana através do Decreto Estadual nº 29.

Em 20 de dezembro de 1921 o nome do município foi mudado para Domingos Martins em homenagem ao herói capixaba Domingos José Martins, que nasceu em 9 de maio de 1781 no município de Itapemirim e participou como líder da Revolução Pernambucana, tendo sido fuzilado em 12 de junho de 1817 na Bahia.

Com informações do portal da Prefeitura de Domingos Martins e do livro "História, Geografia e Organização Social e Política do Município de Domingos Martins", de autoria de Ezequiel Sampaio dos Santos, Miguel A. Kill, Rutiléia Bigossi e Jonas Braz Murari.

A capela pode ser vista num ponto mais alto da vila de Santa Isabel, em registro não datado, e atualmente é a imponente matriz católica da Paróquia local. 

Fotos: Divulgação


Comentários

Mais lidas

Festival VirtuALL: 25 atrações se apresentam em lives na internet

Ao vivo: "Toro Live Transmission #002"

Capixaba Graciely Junqueira em novela do SBT