Pular para o conteúdo principal

Capixabas premiados no Festival de Cinema de Vitória

O 26º Festival de Cinema de Vitória chegou ao fim na noite do último domingo (29), com a cerimônia de premiação onde foram conhecidos os vencedores das 12 mostras, que receberam os Troféus Vitória, além de menções honrosas.

A capixaba foi homenageada pela sua contribuição ao audiovisual brasileiro. (FOTO: Sérgio Cardoso/FCV)
Entre os capixabas, os premiados foram Jardim Secreto, de Shay Peled, na Mostra Foco Capixaba. Fora da janela exclusiva para os realizadores locais, os premiados foram Arani Tempo Furioso, de Roobertchay Domingues da Rocha, que ganhou como Melhor Filme pelo do Júri Popular do 20º Festivalzinho de Cinema de Vitória; e A Profundidade da Água, de Hugo Reis; ganhou como Melhor Filme da 8ª Mostra Corsária.

A premiação de Melhor Filme (Júri Técnico) da mostra ficou com Casa, de Letícia Simões (BA), que encerrou a 9ª Mostra Competitiva Nacional de Longas.

Homenagem
Iniciado na última terça-feira (24), o 26º Festival de Cinema de Vitória é o mais tradicional evento de audiovisual do país. Ao longo de seis dias, foram exibidos mais de 100 filmes, divididos em 12 mostras. 

As atividades aconteceram no Centro Cultural Sesc Glória, no Hotel Senac Ilha do Boi e no Cine Metrópolis. O Festival também homenageou a atriz Vera Fischer (SC) e a escritora e pesquisadora capixaba Bernadette Lyra.

Bernadette lembrou da adolescência ao ser homenageada. "Receber essa homenagem, com 80 anos, e dentro deste recinto, lembrar que eu vi muitos filmes aqui no Glória na minha adolescência. É muito bom estar aqui de volta e receber essa homenagem agora que estou velha. E eu acho que dizer que estar velha é ótimo, porque a velhice é um estado da vida maravilhoso", contou. 

Comentários

Mais lidas

Clássicos dançantes na Noite do Flashback, em Vitória

Volapuque lança primeiro disco experimental com show em Vitória