Pular para o conteúdo principal

Youtubers: Jovens capixabas usam a criatividade para conquistar fãs na internet

O maior site de compartilhamento de vídeos do mundo, o YouTube, vêm já há algum tempo transformando muitos jovens em grandes celebridades da internet, os famosos youtubers. No Brasil, nomes como Felipe Neto, Kéfera Buchmann, Christian Figueiredo, PC Siqueira, Maju Trindade e Whindersson Nunes são as principais webcelebridades, que hoje geram cifras milionárias, produzindo conteúdo e somando milhões de inscritos e visualizações em seus canais, além de atrair dinheiro de anunciantes.

Reynold Romão, Pietra Alexandra, Ismael Zimerman, Andressa, David Ferreira, Layse Araújo, Pedro Romão, Etaa Pomba, Thais Pedrada e Léo Éessy são alguns dos canais capixabas no YouTube. (FOTOS: Divulgação e Reprodução de internet)
No Espírito Santo, o OMMC encontrou dez canais de diferentes estilos em que jovens utilizam a criatividade para trilhar o mesmo caminho dos principais youtubers brasileiros - os links de todos os canais podem ser acessados no fim da matéria. São canais de segmentos como humor, moda e games. Um dos mais conhecidos em terras capixabas é o Reynold Romão, de apenas 23 anos, que mora em Serra. Em seu canal de humor, MixReynold, são mais de 1,6 milhão de inscritos, o que rendeu recentemente uma placa de ouro enviada pelo YouTube ao ator e comediante. Reynold tem uma verdadeira família de youtubers. Sua namorada, Pietra Alexandra, tem mais de 116 mil inscritos e o filho do casal Pedro Romão, conta com quase 20 mil, alcançados em poucas semanas.

               

Outro nome de sucesso entre essas celebridades da internet é Ismael Zimerman, 25 anos, conhecido por seu canal de games Pato Papão. Ele, que é de Cariacica, conta hoje com mais de 700 mil inscritos produzindo vídeos voltados para assuntos de jogos como League of Legends (LOL) e Minecraft. Ismael trabalha para ParaMaker, maior network brasileira de canais no YouTube, criada por Felipe Neto, e que atualmente faz parte da Webedia, multinacional francesa de entretenimento digital. Com a publicidade através da empresa, ele tem no canal sua fonte de renda, além de fazer o que mais gosta.

               

Pelo menos outros seis canais, apesar de serem mais recentes e desta forma terem um menor número de seguidores, fazem sucesso entre os jovens capixabas na rede. O Etaa Pomba, descrito como um canal de humor sem segmentação, com censura livre, está no ar há pelo menos um ano e conta com mais de 114 mil visualizações. Já a youtuber e blogueira Layse Araújo, de 19 anos, que mora em Vila Velha, criou o canal para as produções audiovisuais do seu blog de moda Connected Girls, e tem mais de 50 mil views, em vídeos com dicas variadas voltadas para seus leitores, além de eventos de moda, vlogs e desafios. Apesar de voltado para o público feminino, Layse diz que o público masculino também acompanha seu trabalho. "Abordo no meu blog assuntos voltado para o mundo feminino, mas os homens acabam gostando também da maneira que abordo e até pedem dicas", revela.

              

Com o canal Pedrada na Tela, Thais Pedrada, de 23 anos, youtuber e designer gráfica, já alcançou a marca de 31 mil visualizações em seus vídeos dos mais variados assuntos. As produções da capixaba, residente em Vitória, que mais chamam a atenção são os de encontros com outras webcelebridades. Entre os nomes que Thais já conheceu estão Felipe Neto, Kéfera, Iago Aleixo, Chris Figueiredo, Luba e Whindersson Nunes. Segundo Thais, a espontaneidade mostrada nos vídeos é a mesma em seu dia a dia. "Eu gosto de compartilhar sobre o que penso e faço, de forma que isso influencie pessoas e passe felicidade, de uma certa forma, entretenimento mesmo. Tudo que sou na internet é o que eu sou pessoalmente, acho que essa sinceridade atrai um público", afirma.

Outros que surgiram recentemente em Serra foram o David Ferreira, com o Canal VIX, que tem como destaque em seu conteúdo desafios e pegadinhas, e o Léo Éessy, com o Canal do Léo. O jovem de 20 anos tem mais de 38 mil visualizações em suas produções, em que mostra seu jeito espontâneo nos vídeos de desafios, paródias e resposta a perguntas de inscritos. Segundo Léo, a criação do canal é uma forma de entreter as pessoas, que vivem diante de numerosas notícias tristes. "Foi a vontade de fazer as pessoas rirem. Mesmo em meio a tanta violência, notícias ruins em nosso meio, vi em mim mesmo uma forma de me divertir e divertir diversas crianças, jovens e até mesmo adultos", afirma.

Para Léo Éessy, os youtubers capixabas são poucos valorizados, o que dificulta o crescimento dos canais. Ele utiliza a participação do público para atrair um número maior de pessoas a assistirem seus vídeos. "O Espírito Santo é um estado que conta com pouquíssimos youtubes e por não valorizarem acaba ficando difícil levar a divulgação dos canais a frente. O que atrai mais o meu público são coisas do dia a dia engraçadas que acontecem com todo mundo, paródias e até mesmo desafios, pois as pessoas gostam de nos desafiar", finaliza.

Também do município serrano, quem resolveu se arriscar como youtuber foi a cantora de funk Andressa, 21 anos, autora do hits Pressão e Então Vem. O canal foi lançado há pouco mais de um mês e o vídeo intitulado "Falsidade", em que ela fala de mães que falam mal dos amigos dos filhos pelas costas, teve boa repercussão. Andressa conta que ser bem comunicativa foi o principal motivo para a produção dos vídeos. "Criei o canal porque amigos disseram que sou comunicativa e que deveria tentar investir nessa área, já que me dou bem com a câmera", disse aos risos.

             

Confira o link dos canais abaixo:
MixReynold
Pietra Alexandra
Pedro Romão
Pato Papão
Etaa Pomba
Layse Araújo
Thais Pedrada
Canal VIX
Léo Éessy
Andressa Oficial

Comentários

  1. Poxa, nem me mencionaram auhahuahuahauhuhauha

    ResponderExcluir
  2. Kkk e eu tenho 10K e 400mil views. E sou capixaba :'(

    ResponderExcluir
  3. Se inscrevam no meu canal Wanderson Gomes soul
    https://youtu.be/qRHT7BLvc5w

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Mais lidas

Peregrino das Artes faz grafite decor na residência de músico capixaba

Série capixaba "Não Sabe Brincar, Não Desce to Play" estreia dia 13 de setembro

Congo é sinônimo tradição e cultura no Espírito Santo