Pular para o conteúdo principal

Vinte seis horas de cultura em setembro com o Viradão Vitória

O Viradão Vitória chega este ano a sua quarta edição, nos dias 28 e 29 de setembro, das 18 horas de sábado às 20 horas de domingo, no Centro Histórico da capital capixaba, dentro das comemorações de 468 anos da Ilha do Mel.

O principal objetivo da realização do evento é movimentar a cena cultural local, com sua diversidade e contemporaneidade. Serão 26 horas de evento,  com mais de 50 atrações.

Show na última edição do Viradão Vitória: este ano serão 26 horas de evento. (FOTO: Leonardo Silveira/PMVV)
Incluem diversos estilos musicais que vão do rap ao samba, do rock à MPB, do congo à música instrumental, além do teatro, da dança, da literatura e da participação dos coletivos e produtores culturais do Centro de Vitória.

Entre as atrações já anunciadas se destaca a Dead Fish. Com 28 anos de estrada, a banda capixaba é um dos nomes mais importantes do hardcore nacional. Surgido em 1991, em Vitória, lançou recentemente o álbum Ponto Cego, elogiado trabalho autoral do trio, que imprime novo fôlego à cena rock brasileira.

Outros artistas convidados são o grupo Baiana System (BA), a cantora Duda Beat (PE), o grupo Liniker e os Caramelows (SP) e o Trio Virgulino (SP).

Edital e artistas selecionados
A programação do Viradão Vitória será composta por meio de edital público, que disponibilizou 49 vagas para a seleção das atrações. O objetivo é tornar mais transparente e democrática a escolha e participação dos agentes da cultura.

Estão sendo selecionados artistas e produtores culturais de diferentes linguagens: música, teatro, performance, dança, literatura, vídeo mapping, entre outras.

Bandas novas
Pelo segundo ano acontece o Festival de Bandas Novas. Os artistas estão sendo selecionados por meio de edital público. Poderiam se inscrever bandas, conjuntos ou grupos com até dois anos de carreira, com repertório autoral ou não, de qualquer estilo musical.

Minifestivais de forró e hardcore
Entre as novidades desta edição do Viradão Vitória, dois minifestivais contemplam dois gêneros musicais de grande representatividade no Espírito Santo: o forró e o hardcore.

A programação apresenta três artistas para cada festival, que estão sendo selecionados por edital, além de uma banda nacional de cada um dos gêneros para fechar a programação. A banda Dead Fish encerra a programação de hardcore e o Trio Virgulino (SP) fecha as apresentações de forró.

Dia V
O Dia D foi um dos festivais de maior sucesso da história da cena cultural capixaba. Em 2019, a primeira edição do evento comemora 20 anos. Em homenagem à data, o Viradão Vitória realizará o Dia V, espetáculo que irá reunir os grandes nomes da música produzida no Espírito Santo, em um espetáculo que promete misturar nostalgia e emoção no palco do Viradão.

A cantora GAVI faz a abertura da Tenda Musical no Festival de Cinema de Vitória. (FOTO: Divulgação/GAVI)
Festival de Cinema de Vitória
Um dos festivais de cinema mais importantes do País, o Festival de Cinema de Vitória completa 26 anos em 2019 e parte da sua programação integra o Viradão Vitória. Além da programação cinematográfica, o lounge do evento receberá uma série de atividades, com destaque para os capixabas GAVI e André Prando, além de Katerina Polemi (Reino Unido) e Zéu Britto (BA).

Por meio do Twitter, GAVI destacou que a cena capixaba está em alta. "Acho que entramos no mapa também porque não só artistas de outros estados estão sendo contratados mas artistas do nosso estado estão e levando muito público", garantiu.

Comentários

Mais lidas

Fotos: Lançamento do livro "Canteiros Sem Fim", de Vânia Rodrigues Calmon

Destaques OMMC #50

Agenda Capixaba #09