Pular para o conteúdo principal

Espetáculo Epopeia de Gilgamesh retorna ao Carlos Gomes, em Vitória

Cena do espetáculo Epopeia de Gilgamesh. (FOTO: Divulgação)
Uma das obras mais antigas da história da humanidade, Epopeia de Gilgamesh será reapresentada em setembro em Vitória. O espetáculo é produzido e dirigido por um dos pioneiros da dança contemporânea no Estado, o bailarino Paulo Fernandes. Houveram duas apresentações na última semana - 1 e 2 de setembro - e ocorrerão outras duas nos próximos dias 21 e 22 de setembro, quarta e quinta-feira, respectivamente, às 20h00. Os ingressos custam R$ 5,00 (meia).

Epopeia de Gilgamesh traz ao palco uma linguagem interativa, utilizando como suporte, o teatro, dança, cinema, poesia e música para relatar a história sobre um rei que abandonou a cidade de Uruk, na antiga Suméria - atual sul do Iraque e Kuwait -, em busca da imortalidade. Se trata de um épico mesopotâmico escrito em torno de 2.000 a 4.000 a.C. A proposta de montagem do espetáculo, inédita no Espírito Santo, é fruto da pesquisa e elaboração de uma versão revisitada do renomado bailarino e coreógrafo capixaba Paulo Fernandes.

A obra reflete questões pertinentes na contemporaneidade, revendo valores humanos e culturais que evidenciam uma (re)significação das memórias ancestrais, sob as condições dos conflitos atuais. "Todo este legado histórico e arqueológico foi dizimado pelos jidahistas, sendo uma perda irreparável, uma barbárie em pleno século XXI. Esta obra anônima se constitui de fatores atemporais”, diz o diretor.

Seu processo de criação está repleto de recentes influências, como: a pintura de Michelangelo, a Criação de Adão, as infinitas escadas de Maurits C. Escher, o Jardim das Delícias de Hyeronimus Bosch e poesias de Hilda Hilst.

O artista comenta que o fato de escolher este referido épico, tem a ver com sua universalidade, que permite conectar o passado com o futuro, pois, a obra retrata também as condições humanas da contemporaneidade. "A saga do rei Gilgamesh mostra nossa relação com o mundo, a nossa busca constante do conhecimento, o eterno conflito do ser humano para entender a si mesmo, a natureza e o cosmo". 

O espetáculo é composto por 12 cenas com duração total de 50 minutos. Sua estreia aconteceu em maio deste ano. "A interatividade com o público gerou interesse de conhecer mais sobre a obra, trouxe novas informações sobre a história de povos e culturas milenares. Um dos objetivos da proposta é nos aproximarmos das instituições de ensino, tendo a arte como promovedora do conhecimento”, diz o diretor.

O espetáculo Epopeia de Gilgamesh possui apoio da Prefeitura de Vitória por meio da Lei Rubem Braga e patrocinado pelo Banestes em parceria com o restaurante Sabor Natura. Foi selecionado pela Secretaria de Estado da Cultura no edital de ocupação do Theatro Carlos Gomes.

Serviço
Espetáculo "Epopeia de Gilgamesh"
Data e horário: 21 e 22/set (quarta e quinta-feira), às 20h00
Local: Theatro Carlos Gomes - Praça Costa Pereira, s/n, Centro - Vitória
Ingressos: R$ 5,00 (meia)
Informações: (27) 3132-8398

Comentários

Mais lidas

TEMPO REAL: 'Equilibrium 8 Anos'

Destaques OMMC #31

Destaque da cena musical capixaba, Solveris comanda show na SubTrópico

Auri e Zé Maholics mostram a força da cena autoral capixaba em Vitória