Pular para o conteúdo principal

Entrevista: Abordando a compulsão por mentir, Lucas Gavvi lança “Mitomaníaco”

O que seria um “mitomaníaco”? A resposta pode ser encontrada na nova música de pop rock do cantor Lucas Gavvi, de 24 anos, lançado e disponível nas plataformas digitais e em videoclipe.

Mitomaníaco dá continuidade ao ritmo e à história apresentada em Jogo de Fogo, lançada em junho também pelo selo Sonora Digital, que viabilizou lançamentos de nomes como Xamã (RJ) e Alexandre Pires (MG).

O capixaba Lucas Gavvi lançou o single Mitomaníaco. (FOTO: Gabriel Lopes)
O artista, que mora em São Paulo há dois anos, conversou com o portal O Melhor da Música Capixaba, falou do novo trabalho e dos planos para o próximo ano.

Segundo Gavvi, ele decidiu ir para a “terra da garoa” em busca de mais oportunidades na música. “Vim para cá com o intuito de procurar mais oportunidades envolvendo a música, estúdio e na área da composição”, diz o artista.

Música
Através de versos como “pena que a verdade nunca tá do seu lado”, o artista canta sobre uma pessoa que é viciada em mentir e inventar desculpas para se safar de problemas, e a forma como isso pode afetar uma relação. É uma letra na qual o protagonista dá um ponto final no relacionamento tóxico vivido em Jogo de Fogo.

O novo single carrega a atitude e sonoridade pop rock, ritmo que tem voltado com tudo, seja com novos talentos ou com grupos e cantores consagrados que retomaram os seus trabalhos recentemente. É o caso das bandas Restart (SP), NX Zero (SP) e Cine (SP), que fizeram muito sucesso nos anos 2000 e 2010.

Contudo, a principal inspiração de Lucas para as duas músicas são os dois mais recentes álbuns da estrela Demi Lovato (Estados Unidos), Holy Fvck (2022) e Revamped (2023).


Ambas também foram produzidas por Matheus Stiirmer, que tem trabalhado com Elana Dara (PR) e Gabriel Nandes (GO). Já a mixagem e a masterização do lançamento são de Daniel Mariano, nome por trás de trabalhos de artistas como Fresno (RS) e Maneva (SP) e indicado ao Grammy Latino.

Videoclipe
O videoclipe tem direção assinada por Gabriel Lopes e pelo próprio cantor e compositor. Além disso, Lucas interpreta três personagens na produção, que conta ainda com a participação da cantora Mafe Peccin (SP) e do ator Luis Galves (SP).

ENTREVISTA
Lucas Gavvi, cantor e compositor
OMMC - Como definiria o termo" mitomaníano"?
Lucas Gavvi - O termo "mitomaníaco" é definido por uma pessoa que tem compulsão em mentir, manipular toda uma situação e contornar tudo para sobressair de certas situações.

OMMC - Como surgiu a composição de Mitomaníaco?
Lucas Gavvi - A composição surgiu totalmente em inglês. Se chamava Living a Lie. Levei para o estúdio, gravamos algumas guias mas entendemos que não era o momento certo de lançar um projeto em inglês. Porém eu estava completamente apaixonado pela melodia da música e então resolvi aproveitar ela para escrever algo em português. Queria seguir a mesma temática porém sem fazer uma tradução livre. Assim nasceu Mitomaníaco!

"No clipe estávamos focados em passar a mensagem de que qualquer pessoa pode ser um Mitomaníaco"

OMMC - Quais foram suas inspirações para estar composição?
Lucas Gavvi - Minhas inspirações para escrever minhas músicas são sempre algo que já vivi. Dessa vez não foi diferente. Mitomaníaco nasceu a partir de um relacionamento curto que tive nos últimos anos.

OMMC - No clipe você interpreta três personagens. Como foi isso?
Lucas Gavvi - No clipe estávamos focados em passar a mensagem de que qualquer pessoa pode ser um Mitomaníaco, seja ela da paz e que gosta de meditar, ou um mais 'doidinho' que fuma e bebe, e o próprio "mitomaníaco".


OMMC - Você mora em São Paulo há dois anos. Foi em busca de mais oportunidades na música?
Lucas Gavvi - Exatamente! Vim para cá com o intuito de procurar mais oportunidades envolvendo a música, estúdio e na área da composição. São Paulo é um mundo de oportunidades e estou muito grato em vivê-las todas intensamente.

OMMC - Quais os planos na sua carreira para este fim de ano e para 2024?
Lucas Gavvi - Mitomaníaco foi minha última música do ano por que logo no começo de 2024 vem um projeto que tô muito animado para colocar na rua. Vai ser bem especial e tenho certeza que será um marco na minha carreira.
Aproveitem os meus últimos pop rocks em Jogo de Fogo e Mitomaníaco. Ano que vem vou explorar novos caminhos!


O artista
Natural de Vitória, Lucas Gavvi descobriu sua paixão pela música aos 9 anos, após sua primeira aula de piano. Ao longo dos anos, o cantor e compositor se apresentou tocando o instrumento e cantando em recitais e saraus realizados pela escola de música na qual estudou e também em eventos internos dos colégios por onde passou.

Em 2018, começou a escrever suas próprias letras e a se arriscar no violão. No entanto, foi na pandemia que ele fez sua estreia nas plataformas digitais.

Te Deixei pra Trás foi uma das composições escritas pelo capixaba e, após cantar para amigos em uma ocasião e receber um feedback positivo, acabou sendo escolhida como seu single de estreia. A música foi lançada em abril de 2021 e chegou a ficar, por duas semanas, no topo da playlist “Viral Vitória” no Spotify.

Em novembro do mesmo ano, o público conheceu o pop soul Em Nós, que marcou uma fase mais introspectiva de sua carreira. Já em junho deste ano, começou a sua imersão no pop rock através de Jogo de Fogo.

O artista falou de novo projeto para 2024. (FOTO: Gabriel Lopes)
A letra da música:
Toda essa história
Começou bem no passado
Ruas me contaram o que tinha imaginado
Pena que a verdade nunca tá do seu lado (OH OH OHHH)
Adianta falar se não fica claro?
Isso é mais um plano pra não deixar seus rastros?
É melhor contar ou me manter calado? (OH OH OHHH)
Isso é compulsão
Viciado nessa manipulação
Mitomaníaco
Não dá pra entender
E se comover
Vindo de você
Me fez perceber
Não adianta tentar
E nem me implorar
Você não sabe mesmo o que é amar
(Ah ah ahhh)
Para pra pensar
Me deixou escapar
Você não sabe mesmo o que é amar
Na sua mente o perdão é inconsequente
O que te faz ser assim tão persistente?
Suas desculpas são feitas tão rapidamente
Vive uma mentira colocada na cabeça
Será que ele sabe implora aos céus pra que me esqueça?
Tudo isso não condiz com a sua idade
Deve ser por isso que não te vejo pela cidade
Isso é compulsão
Viciado nessa manipulação
Mitomaníaco
Não dá pra entender
E se comover
Vindo de você
Me fez perceber
Não adianta tentar
E nem me implorar
Você não sabe mesmo o que é amar
(Ah ah ahhh)
Para pra pensar
Me deixou escapar
Você não sabe mesmo o que é amar
Você não diz mais nada
Olhando pra mim
Toda sua verdade já teve um fim
Vejo a situação na sua visão
Que pena, que tudo foi em vão
Se eu não consigo salvar minha vida
Me diz como salvar seu coração
Nunca tivemos saída
Mesmo com o mapa inteiro em nossas mãos
Não dá pra entender
E se comover
Vindo de você
Me fez perceber
Não adianta tentar
E nem me implorar
Você não sabe mesmo o que é amar
(Ah ah ahhh)
Para pra pensar
Me deixou escapar
Você não sabe mesmo o que é amar

Ficha técnica
Música: Mitomaníaco
Data de lançamento: 26 de outubro (música) e 27 de outubro (clipe)
Capa: Alexandre Santos 
Fotografia: Gabriel Lopes
Artes gráficas: Alexandre Santos 
Edição de vídeos: Gabriel Lopes e Alexandre Santos 
Vídeos de divulgação: Alexandre Santos 
Captação de vídeo: Gabriel Lopes
Direção geral: Gabriel Lopes
Assessoria: Flávio Carvalho 
Direção de cenas e roteiro: Gabriel Lopes e Lucas Gavvi
Apoio: KZA e LEVE
Produção musical: Matheus Stiirmer 
Mixagem e masterização: Daniel Mariano
Distribuição: Sonora Digital
Agradecimentos especiais: Jean Labanca, Gabriel Nandes, Luis Galves, Ana K, Sassá Lisboa, Lucas Cascardo, Mafe Peccin, Lucas Muller, Léo Carneiro, Aurilene Ferreira e Saulo Gavi

Comentários

Mais lidas

Arraiá do Shopping Montserrat terá quatro dias de festa com shows gratuitos e aulas de forró

Santa Teresa se prepara para um 2024 histórico: 150 anos de imigração italiana no Brasil

Formemus 2024 abre chamamento para Pitching Musical