Pular para o conteúdo principal

Artesanato de nove Estados em feira em Vitória

A terceira edição da ArteSanto (Feira Nacional do Artesanato do Espírito Santo) tem como palco, a Praça do Papa, em Vitória. O evento acontece entre os dias 24 e 29 de novembro, reunindo mais de 600 artesãos do Espírito Santo e de várias partes do País. Haverá produtos de Santa Catarina, Paraná, Minas Gerais, Pernambuco, Mato Grosso do Sul, Acre, Maranhão e Rio Grande do Norte.

Segundo a organização são cerca de 10 mil peças expostas, incluindo acessórios de diversas tipologias como pedras e vidros, metais, papeis reciclados, cerâmica, madeira, osso, couro, borracha, plástico, fibras naturais e produtos do mar. Além disso, a feira conta com uma praça de alimentação com produtos caseiros, típicos e do agroturismo.

Terceira edição da ArteSanto acontece na Praça do Papa, em Vitória. (FOTO: Divulgação/ArteSanto)
Estima-se que mais de 50 mil visitantes passem pelos 90 stands nos seis dias de exposição, onde poderão ser encontrados desde lembrancinhas por R$ 5,00, até peças luxuosas que são vendidas a R$ 1200,00. A ArteSanto estará aberta ao público das 16 às 22 horas até sexta-feira (27). Já no sábado (28) e no domingo (29), o horário de visitação será das 10 às 22 horas.

Nesta edição, a ArteSanto fará uma homenagem a três artesãos com o prêmio “Saber Fazer”, pelo trabalho de divulgação da cultura do estado. São eles: Saul Bebiano, de Baixo Guandu, por seu trabalho com móveis de pneus; Mestre Domingos, da Serra, que atua na produção de casacas; e Glaucia da Silva Mirandola, de Marataízes, destaque na confecção de flores de escamas de peixe e conchas.

Serviço
3ª ArteSanto - Feira Nacional do Artesanato do Espírito Santo 
Datas e horários: 24 a 27/nov, das 16h00 às 22h00; 28 e 29/nov, das 10h00 às 22h00
Local: Praça do Papa - Av. Nossa Sra. dos Navegantes, Enseada do Suá, Vitória
Entrada: Gratuita

Comentários

Mais lidas

TEMPO REAL: 'Equilibrium 8 Anos'

Destaques OMMC #31

Destaque da cena musical capixaba, Solveris comanda show na SubTrópico

Auri e Zé Maholics mostram a força da cena autoral capixaba em Vitória