Pular para o conteúdo principal

Júlia Almeida lança videoclipe de “Incendeia” no YouTube e em evento na Barra do Jucu

Reconhecida por sua atuação na área da música e da literatura, a cantora e compositora Júlia Almeida lança luz sobre a obra da poetisa capixaba Haydée Nicolussi em seu novo videoclipe, intitulado Incendeia.

O trabalho será disponibilizado ao público no próximo sábado (6), em seu canal no YouTube e nas plataformas de vídeo. No domingo (7), às 17 horas, a cantora vai realizar uma exibição comentada do vídeo no bistrô e espaço cultural República da Barra, na Barra do Jucu, em Vila Velha. O videoclipe vai também entrar na programação do canal de TV Music Box Brazil.

A cantora Júlia Almeida em cena do videoclipe. (FOTO: Renan Rauta)
O projeto foi viabilizado pela Lei Paulo Gustavo, por meio do Edital 002/2023 - Produção Audiovisual de Videoclipes, Webséries e Podcasts da Prefeitura de Vila Velha. A direção é de Renan Gonçalves Rauta, com direção musical de André Luiz Alves Daumas e argumento e roteiro de Júlia Almeida.

O samba Incendeia integra o segundo álbum de Júlia Almeida, Samba na sombra, no qual a artista busca inspiração na figura da poetisa Haydée Nicolussi (1905-1970), considerada a primeira escritora modernista do Espírito Santo.

Apagamento
Professora do Departamento de Línguas e Letras da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), Júlia Almeida pesquisa a obra de Haydée Nicolussi desde 2019. 

Com referências a poemas e versos da poetisa, o samba Incendeia, segundo ela, representa um protesto contra o apagamento que sofreram e sofrem muitas escritoras, em função de sua condição de gênero, classe, região e ideologia.


“O samba pretende trazer à luz essa memória obliterada, utilizando a metáfora da centelha, da vela e da brasa que iluminam e incendeiam as sombras, fazendo referência ao único livro de Haydée Nicolussi, Festa na sombra (1943)”, explica Júlia.

Feminismo
Nesse samba dolente, com melodia abrilhantada pelo coro de vozes femininas, Júlia Almeida destaca o pioneirismo e a coragem de Haydée Nicolussi. Nascida em Alfredo Chaves, a escritora teve papel importante na luta por direitos das mulheres do seu tempo.

“Num primeiro momento, minha pesquisa sobre Haydée Nicolussi enfocou a politização de sua escrita a partir de 1930, acompanhando sua trajetória nas sombras (fascismo crescente, Estado Novo, Segunda Guerra Mundial) dos anos 30 até 45”, conta a compositora.

Julia Almeida pesquisa a obra de Haydée Nicolussi desde 2019. (FOTO: Divulgação)
“Vi a relação estreita dela com outras escritoras e agora estou me aprofundando nisso, resgatando a memória dessas mulheres que foram muito revolucionárias no pensamento político, na inserção no campo literário, nos comportamentos e na vida social, produzindo obras que se comunicam e que constituem um discurso feminista importante”, acrescenta.

Segundo a compositora, o videoclipe estende essa homenagem a todas as mulheres vítimas de violência e feminicídio, guerras e homicídio. Mulheres de diferentes gerações se destacam nas imagens: no coro (Larissa Veloso e Livia Rosa), na representação do samba feminino (Cristina Couto, Michele Santos e Larissa Veloso) e nas cenas das mulheres do congo da Barra do Jucu, reunidas por Inara Novaes Macedo.

Os cenários turísticos de Vila Velha emolduram as performances, com foco no Farol Santa Luzia, metáfora visual dos versos “quem nasceu pra iluminar, não pode ver sua chama se apagar”, a foz do Rio Jucu, as praias e os rochedos do litoral da cidade.

Serviço
Exibição comentada do videoclipe “Incendeia”, de Júlia Almeida, oficina de choro e apresentação do Fábio Pinel Quarteto
Data e horário: 7/jul (domingo), a partir de 17h
Local: República da Barra - Av. Vasco Coutinho, 42, Barra do Jucu, Vila Velha
Entrada: Gratuita

Ficha técnica
Música: Incendeia
Data de lançamento: 6 de julho
Compositora e intérprete: Júlia Almeida
Produtor musical e arranjador: André Luiz Alves Daumas
Coro: Larissa Veloso e Livia Rosa
Contrabaixo e teclados: André Luiz Alves Daumas
Bateria e percussão: Jhonathan Monteiro Silva
Violão e cavaco: Ricardo Rigolon
Trombone: Welbert Miranda Dias
Coro: Larissa Veloso e Livia Rosa
Preparação vocal: Hemerick Xavier
Direção do videoclipe: Renan Gonçalves Rauta
Direção musical: André Luiz Alves Daumas
Argumento e roteiro: Júlia Almeida

Comentários

Mais lidas

Agenda Capixaba #66: shows, festas e eventos culturais de 21 a 27 de março

31º Festival de Cinema de Vitória: confira a programação completa e gratuita do evento

Formemus divulga os selecionados para o showcase após mais de 360 inscrições