Pular para o conteúdo principal

Vitória: Cidade Sol celebra 469 anos com diversos atrativos turísticos

Dona de um dos centros históricos mais antigos do país e formada por um arquipélago de 33 ilhas, Vitória, capital do Espírito Santo, comemora, nesta terça-feira (8), 469 anos. A Cidade Sol, como é conhecida, esbanja belezas naturais, cultura, gastronomia e história ímpares, além de um povo acolhedor, o que a tem tornado um destino turístico nacional em ascensão.

A capital Vitória vista do Convento da Penha, em Vila Velha. As cidades são ligadas pela Terceira Ponte. (FOTO: Gustavo Andrade/OMMC)
Entre os atrativos, a localidade se destaca pelos vários parques urbanos, trilhas com mirantes e monumentos naturais, entre eles, o Penedo de Vitória, a Pedra da Cebola e a Pedra dos Olhos.

Mas quem pensa que Vitória se resume a esses pontos turísticos está enganado. Quem for à cidade não pode deixar de provar a culinária local, liderada pela deliciosa Moqueca Capixaba e que está presente no cardápio da maioria dos restaurantes da capital.

Diferente das demais moquecas do país, o prato tem em sua receita o urucum, que dá cor ao alimento, e o azeite de oliva. Outra distinção é a preparação na panela de barro, feita pelas artesãs do bairro da capital, Goiabeiras Velha. Elas moldam, queimam e tingem o recipiente com cascas tiradas diretamente de manguezais.

Artesãs de Goiabeiras preparam as panelas de barro típicas do estado. (FOTO: Vitor Jubini/MTur)
Após se deliciar com os quitutes capixabas, os turistas não podem deixar de passar no Centro Histórico da cidade. A capital possui um dos mais antigos do país, ao lado de São Paulo (SP) e Ouro Preto (MG), e conta com igrejas, museus, teatros e escadarias que detalham a cultura vitoriense. 

O Theatro Carlos Gomes, por exemplo, é um dos mais visitados pelos turistas. Seu projeto arquitetônico foi baseado em uma mistura de estilos em que predomina o neoclassicismo. Em 1983, o local foi tombado pelo Conselho Estadual de Cultura.

Os turistas podem conhecer, ainda, o Convento de São Francisco, considerado por muitos historiadores a segunda construção franciscana mais antiga do Brasil, e a Igreja Nossa Senhora do Monte Carmo, que teve sua fachada tombada em 1984, também, pelo Conselho Estadual de Cultura. 

O Centro Histórico ainda guarda a Catedral Metropolitana de Vitória, as Igrejas de São Gonçalo e do Rosário e o Convento do Carmo. A capital ainda oferta ao turista as famosas escadarias, que dão acesso a cidade alta e as igrejas.

Praias
Agora, para quem quiser pegar um sol em Vitória, opções não faltam. A Praia de Camburi é a maior da capital e uma das mais visitadas. É lá que acontecem os principais eventos esportivos, como torneios nacionais e mundiais de vôlei de praia, futebol de areia, campeonatos de vela, entre outros.

Os turistas ainda podem visitar o píer de Iemanjá, um dos principais pontos turísticos da região. Quem for adepto dos esportes aquáticos, a praia Curva da Jurema é uma boa opção. E ainda tem a Praia das Castanheiras, que possui pequenas piscinas naturais, além do mar aberto.

Com informações do Ministério do Turismo

Comentários

Mais lidas

Monia Lombardi lança música autoral em live neste sábado (19)

Ao vivo: Live Set Pedra Azul, com Jess

"Eu Sou Favela", de Cesar MC e VK Mac tem 1,4 milhão de visualizações