Pular para o conteúdo principal

Igreja Nossa Senhora do Rosário é reinaugurada na Prainha, em Vila Velha

Interior da Igreja do Rosário após a restauração. (FOTO: Divulgação/PMVV)
A Igreja Nossa Senhora do Rosário, no bairro da Prainha, em Vila Velha, foi reinaugura no último domingo (18). Após quase um ano de restauração, o local passa a ficar aberto para missas e visitações, como as do Circuito Histórico da Prainha, lançado pela Prefeitura.

A reabertura da igreja mais antiga em atividade no Brasil contou com a presença de autoridades, como o governador Paulo Hartung e o prefeito Rodney Miranda, além de diversos religiosos, como o Frei Fidêncio Vanboemmel e o Frei Djalmo. Durante a cerimônia, a Orquestra Sinfônica do Espírito Santo se apresentou, emocionando os fiéis católicos que lotaram a Prainha.

A Igreja do Rosário recebeu uma série de reparos na estrutura, tratamento de reboco, adaptações de acessibilidade, recuperação de adornos e elementos decorativos, resgate histórico das pinturas artísticas, além de uma reforma completa no telhado e no piso. As obras tiveram início em janeiro de 2016, com investimento de R$ 959.157,00. A empresa responsável pela restauração foi o Instituto Modus Vivendi, que trabalhou em constante diálogo com a comunidade e a Paróquia de Nossa Senhora do Rosário, coordenada pelo Frei Paulo Roberto Pereira.

"Foram longos anos de espera, mas é com muita alegria e satisfação que participamos da entrega da obra de restauração da Igreja do Rosário. Também temos outros excelentes exemplos de respeito ao patrimônio histórico da cidade realizados na nossa gestão, como a restauração da Casa da Memória, a reabertura do Teatro Municipal e o Farol de Santa Luzia", destacou o prefeito Rodney Miranda.

O governador Paulo Hartung lembrou da importância do patrimônio histórico. "O brilho deste importante patrimônio histórico foi restaurado.  As paredes deste lugar são mágicas e reservam a verdadeira  história de nossa sociedade. Quem quer ter um futuro precisa visitar o seu passado, a sua história. A gente precisa dialogar com a nossa história, operar permanentemente no presente e preparar o Espírito Santo para o futuro", afirmou.

Fiéis católicos lotaram a Prainha, em Vila Velha, durante a cerimônia de reabertura da Igreja do Rosário. (FOTO: Divulgação/PMVV)
História
Segundo registros históricos, ainda como capela, a Igreja Nossa Senhora do Rosário foi construída na Prainha, em Vila Velha, no ano de 1535 pelo donatário Vasco Fernandes Coutinho, sendo a mais antiga do Brasil ainda em funcionamento. Em 1551, com a chegada dos jesuítas ao solo capixaba, ergueu-se outra capela maior, consagrada à Nossa Senhora do Rosário.

Na igreja encontra-se a Pedra d’Ara, encravada no altar, trazida pelo donatário assim que veio de Portugal. De acordo com pesquisas, a Igreja Católica tinha costume de ofertar às Pedras d’Ara, relíquias pertencentes a mártires canonizados por ela, como forma de reanimar a fé nos santos. A igreja também preserva em seu acervo o documento de doação das santas relíquias de São Colombo e São Liberato, além do selo hispânico em cera vermelha, conforme o Diploma do Vaticano em 1751. A construção passou por vários reformas devido à fragilidade de sua edificação original, que consistia em argila, conchas trituradas e areia. Uma delas foi patrocinada por Dom Pedro II durante sua visita a Vila Velha, em 1860 e, como forma de homenagem, sua fachada foi reconstruída, passando a exibir o brasão de Portugal.

Tombado como patrimônio histórico cultural pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) em 1950, a arquitetura da igreja tem influência representativa do período barroco e é emoldurada por palmeiras imperiais, situadas na praça da frente, junto aos obeliscos em homenagem ao donatário Vasco Fernandes Coutinho.

Comentários

Mais lidas

Silva lança clipe de parceria com Anitta em música do novo álbum

Fredone Fone lança livro sobre o rap capixaba, em Vitória

Sucesso na web: música de Silva é interpretada por cantora mineira

História e turismo: aventura e desafios do Mestre Álvaro