Pular para o conteúdo principal

Pedra Azul: Trilhas levam visitantes as piscinas naturais e cenário único

O Parque Estadual de Pedra Azul, em Domingos Martins, possui 1240 hectares e uma variedade de opções de trilhas, que permitem a contemplação de áreas de Mata Atlântica. Entre as mais procuradas, destacam-se a que leva às piscinas naturais, a que leva até a Pedra do Lagarto, a do Mirante e a da própria Pedra Azul, que incorpora no roteiro as passagens pelos locais anteriores. Na entrada das trilhas fica o centro de visitantes do parque. Lá é possível visitar um pequeno museu que guarda alguns animais empalhados.

Visitantes nas piscinas naturais do parque de Pedra Azul. (FOTO: Divulgação)
A trilha que leva os visitantes às piscinas naturais tem cerca de 1,2 km e inclui escalada de 97m com auxílio de corda, com baixo nível de dificuldade. Com duração de aproximadamente 3 horas, esse passeio tem como atração máxima e recompensa as nove piscinas naturais, escavadas na rocha pela ação do tempo e das águas. O banho nas piscinas é uma opção de recreação no local, principalmente no verão, mas existem períodos que as mesmas ficam praticamente vazias.

Durante o percurso dessa trilha, o monitor de trilha Carlos Alberto Canal mostrou vestígios de períodos passados. “A região ao redor de Pedra Azul era desmatada para servir de local de criação de gado. Um tronco de árvore que fora incendiado na época ainda é preservado”, conta Carlos.

As piscinas naturais são cenário de variados registros fotográficos dos grupos de visitantes. (FOTO: Divulgação)
Já a Trilha do Lagarto leva cerca de 1 hora para ser percorrida e permite observar, de longe, outra reserva natural, o Parque Estadual de Forno Grande. A Trilha do Mirante é fácil de ser percorrida, com cerca de 40 minutos, e permite também avistar o Forno Grande. Com duração de cerca de 3 horas, é bastante exigente e só pode ser feita com autorização prévia e acompanhamento de um guarda florestal ou guia especializado.

Outra opção é passar pela trilha do Cedro Sentado, com percurso de 600 metros, onde os visitantes são conduzidos até o mirante da Pedra Azul passando por uma árvore de Cedro rosa que “sentou” sobre a rocha.

A operadora de caixa Bruna Borges visitava o local pela primeira vez e conta que ficou apaixonada por cada detalhe da trilha. “Minha experiência na trilha em Pedra Azul foi inexplicável. Fiquei apaixonada por cada detalhe, principalmente com a beleza das piscinas naturais. Para quem nunca foi recomendo ir. É uma perfeição e de se apaixonar”, garante.

Bruna Borges durante visita a sala de animais empalhados, que é uma espécie de museu do local. (FOTO: Arquivo pessoal)

Uma dica para quem for visitar com o intuito de caminhar pelas trilhas é ficar atento a previsão do tempo. Os dias chuvosos não são favoráveis à realização de caminhadas nas trilhas. A trilha das piscinas naturais fica interditada em dias de chuva. A estiagem prolongada pode levar à interdição temporária de trilhas e até o fechamento temporário de todo o parque.

Comentários

Mais lidas

Reveja o tempo real: 'Equilibrium Festival'

Equilibrium Festival acontece neste sábado (15), em Vila Velha

Rap e samba: Melanina MCs participam de clipe com Tunico e Martinho da Vila