Pular para o conteúdo principal

Lucas Mendanha prestes a lançar primeiro álbum da carreira

Capa do álbum já foi divulgada nas redes sociais. (FOTO: Divulgação)
O cantor e compositor de música cristã do gênero pop rock, com influências de country, Lucas Mendanha completará 23 anos no próximo dia 10 de abril, mas quem ganhará o presente serão seus fãs e seguidores. É que no próximo mês o capixaba fará o lançamento do álbum Paz, o primeiro trabalho de sua carreira.

Mas antes de falar do CD, Lucas conta que sua trajetória musical teve início em um triste episódio de sua vida. "A minha história com a música começou em 2010, após minha mãe falecer, e eu entrar para o grupo de louvor da igreja que frequentávamos. Eu e meu irmão gêmeo, Nicholas Mendanha, sempre fomos apaixonados por música. Então, além de tocar na igreja, tocávamos na escola", conta.

O cantor e seu irmão montaram uma banda, mas com mudanças no caminho veio a carreira solo. "Participamos de muitos festivais, e decidimos criar uma banda, chamada Screen. Fizemos muitos shows, ganhamos alguns prêmios, saímos em revistas, só que em meio a produção de um CD, Deus me direcionou pra que eu seguisse outro caminho. E então veio este projeto, chamado Paz", revela.

Lucas Mendanha montou uma banda com o irmão, mas decidiu seguir carreira solo e agora lançará seu primeiro trabalho (FOTO: Reprodução/Facebook)
Contatos de Lucas Mendanha
Facebook: Lucas Mendanha
SoundCloud: Lucas Mendanha
Instagram: @lucaomendanha

Lucas Mendanha afirma o que álbum Paz é um marco de um novo passo para sua vida, tanto musical, quanto ministerial. O disco será composto por 10 músicas autorais, produzidas pela Mendanha Produções, empresa de produção musical dele e do irmão. A primeira música divulgada será a música tema do projeto, Paz. As faixas terão participações especiais de Rafael Chaves, Filipe Netto, Amanda de Sá e Raiza Vaz, namorada de Lucas.

Comentários

Mais lidas

TEMPO REAL: 'Equilibrium 8 Anos'

Destaque da cena musical capixaba, Solveris comanda show na SubTrópico

Destaques OMMC #31

Auri e Zé Maholics mostram a força da cena autoral capixaba em Vitória