Pular para o conteúdo principal

Desfiles marcam os 483 anos de Vila Velha

O desfile cívico-militar, na manhã desta quarta-feira (23), em comemoração aos 483 anos de Vila Velha já se tornou uma tradição no município. Famílias inteiras se posicionaram ao longo da Avenida Jerônimo Monteiro, no Centro, para acompanhar a passagem das forças de segurança, dos guarda-vidas - uma novidade nesse ano, e também das escolas municipais.

Agentes da Guarda Municipal de Vila Velha desfilaram na avenida Jerônimo Monteiro, no Centro da cidade. (FOTO: Felix Falcão/PMVV)
“O que queremos construir sempre é uma cidade cada vez mais humana, inclusiva e solidária”, disse o prefeito Max Filho ao lado do vice-governador do Estado, César Colnago, após fazer referências históricas e discursar sobre as razões da celebração de mais um aniversário da cidade, uma das mais antigas do país. “O desfile militar é importante, porque é simbólico e vem coroar a festa dos 483 anos da cidade”, disse secretário de Prevenção, Combate à Violência e Trânsito, Oberacy Emmerich Júnior.

O primeiro grupo a desfilar foi o dos ex-combatentes do batalhão de suez, que atuou como força de paz durante o conflito israelo-palestino de 1957 à 1967, no Oriente Médio. Logo após veio o grupamento da Marinha, composto por militares da Escola de aprendizes-marinheiros do Espírito Santo (eames). Em seguida, foi a vez dos pelotões do 38º batalhão de infantaria do Exército. As unidades da Polícia Militar desfilaram logo em seguida com mais de 400 integrantes. Primeiro foram as unidades especializadas de operações com cães, missões especiais, trânsito, polícia ambiental, e depois os veículos de policiamento ostensivo e cavalaria. O Corpo de Bombeiros militar também marcou presença no desfile com viaturas e equipamentos.

O grupo de operações táticas e especializadas da Polícia Civil foi outra unidade que integrou o evento. A Guarda Municipal de Vila Velha também desfilou com os seus agentes, viaturas e equipamentos. Por último, um grupo guarda-vidas que atuam no salvamento aquático na orla do município, seguido por um grupo de escoteiros e desbravadores.

Todos os anos o aposentado Lucio Roberto Oliveira, 69, de Coqueiral de Itaparica, comparece para assistir ao desfile. “Esse ano foi muito bom. Eu gostei muito”, opinou. Acompanhados pelos filhos, um de 13 e outro de 3 anos, Lúcio de Oliveira, 50, também concordou: “Foi bem bonito e muito bacana”, enfatizou.  Wilson Rosa Júnior, 40 anos, foi outro que destacou o evento. “É muito legal, pena que é só uma vez por ano”, disse ele ao lado da mulher, a filha da três anos e um amigo.

Fonte: PMVV

Comentários

Mais lidas

TEMPO REAL: 'Equilibrium 8 Anos'

Destaques OMMC #31

Destaque da cena musical capixaba, Solveris comanda show na SubTrópico

Auri e Zé Maholics mostram a força da cena autoral capixaba em Vitória