Pular para o conteúdo principal

Festival de Graffiti promove cultura em bairro da Serra

Sammuca 05 é uma das atrações do festival na Serra. (FOTO: Divulgação)
O final de semana vai ser de muita cultura na Serra. Arte, oficinas, debates, música e outras atrações fazem parte da programação do I Festival de Graffiti, que acontece neste sábado (27) e domingo (28) no bairro Jardim Tropical. O evento faz parte do projeto "Mais Cultura, Menos Violência", e é fruto de uma iniciativa de caráter comunitário impulsionada pelo grupo Equipe Botocudos. Desde janeiro, estão sendo realizadas diversas intervenções culturais no município.

Nos dois dias de eventos, o público poderá conhecer o trabalho de mais de vinte grafiteiros, desenhistas e artistas plásticos reconhecidos a nível estadual, nacional e até internacionalmente. Além disso, haverá participação de cinco DJ’s, cinco grupos de hip hop, coletivos de juventude e poesia urbana.

“Dialogando com os jovens do bairro, entendemos que o grafite como pintura e arte-terapia era algo que atraía a eles. Com isso, queremos que os muros pichados com mensagens agressivas, muitas vezes relacionadas a demarcação de território e tráfico de drogas, ganhem mais beleza e cores por meio do grafite, deixando o bairro mais bonito”, explica Fabiano Jesus, um dos organizadores do evento. A organização não contou com patrocínios de governos ou empresas, sendo feito apenas a partir da colaboração da população da comunidade, que cedeu seus muros para as intervenções artísticas e contribuiu com doações de comidas e materiais necessários. Além disso, diversos artistas das periferias da Grande Vitória ofereceram seus shows dentro para fazer parte da programação.

Fabiano Jesus reclama da total falta de atividades culturais para a juventude nos bairros da periferia. “Acreditamos que o fato de a juventude não participar de nenhuma movimentação cultural faz com que sejam mais alienados, que não tenham visibilidade e nem participação ativa nas ações positivas que acontecem nas comunidades. Sem acesso à cultura, os jovens são alvos fáceis para a violência política e policial”, considera.

Cultura com consciência é o desafio, e por isso de forma complementar às atividades artísticas serão realizadas oficinas relacionadas com a valorização da cultura e beleza negra e rodas de conversa sobre a violência contra a mulher e contra a juventude negra e periférica.

Por meio da ação, além de promover entretenimento e formação política e cultural, o grupo organizador pretende chamar a atenção das autoridades sobre a carência de apoio a iniciativas culturais nas regiões de periferia, e como estas podem sem um potente instrumento para combater a violência presente em muitas localidades. “Toda brecha que o governo deixou, o crime abraçou. Agora queremos que por meio da cultura possamos abraçar estes jovens e dar outra perspectiva de futuro e de participação na comunidade.”

Desde o início do ano já foram realizadas diversas atividades com poesia, hip hop, sound system, bailes black, encontros de DJs em diferentes lugares com Jardim Tropical, Barcelona, José de Anchieta II e Jacaraípe. A periferia quer se expressar, cansou de ser invisível.

PROGRAMAÇÃO
- Sábado (27/ago)
10h00 - Inicio dos Graffitis
14h00 - Instituto das Pretas: oficinas de turbante e tranças afro; roda de conversa sobre empoderamento político social, violência contra a mulher e violência contra a juventude negra e periférica.
16h00 - DJ Jota com o melhor dos Bailes anos 80 e 90
17h00 - Ranna MC (Rap de cunho feminino)
17h40 - Luciano MC
18h20 - Ray Vieira (Rap de cunho feminino)
19h00 - DJ Erick Jack (Estúdio Macrophono)
19h40 - Taig
20h20 - Sagaz (Suspeitos na Mira)
21h00 - Mano Feijó / Viva a Rima!!!
21h40 - Baile Black com os DJs: Jesus e Dreadluck
00h00 - Encerramento 
- Domingo (28/ago)
10h00 - Inicio dos graffitis
14h30 - Fusão Crioula (Afroexperimental)
15h20 - Derick Riadla e Coletivo Rapcomopoesia
16h20 - Sammuca 05 e Projeto Vinil 27
17h20 - Sound inna the Guetto 4ª Edição - Jesus Dread
18h20 - Systah Ylu (Ufo.dub)
19h20 - Fusion Dub
20h20 - Pajelança (Ufo.dub)
22h00 - Encerramento

Apresentadores: Sagaz e Jesus
Local: Rua Santa Rita - Jardim Tropical, Serra.
Como chegar: A partir do Terminal de Carapina: tomar o ônibus 821 - José de Anchieta. Descer no ponto do Supermercado Extra Forte (antigo Coutinho) em Jardim Tropical, Aí é só seguir a música. Mais Informações: 99953-2999
Apoio: Johnny kock, Cyborgue Tattoo, Instituto das Pretas, Betosilk e Vick, Marquinho da Gráfica, Mirante Jornalismo, Luciano da Kombi, Eraques, todos os moradores e comerciantes locais.
Realização: Equipe Botocudos - Sebastião Cancio, Luhan Gaba, Jesus Dread e Karen Valentim

Comentários

Mais lidas

Viradão Vitória: muita cultura e agito no Centro da capital capixaba

Silva lança clipe de parceria com Anitta em música do novo álbum

História e turismo: aventura e desafios do Mestre Álvaro

Destaque da cena musical capixaba, Solveris comanda show na SubTrópico